Home » Mobile » CyanogenMod 14, baseada no Android 7.0 Nougat já está a caminho

CyanogenMod 14, baseada no Android 7.0 Nougat já está a caminho

Ele vem aí: a CyanogenMod começa a trabalhar no CM14, que vai portar o Android 7.0 Nougat para smartphones e tablets novos e antigos.

3 anos atrás

cyanogenmod

Todo ano é a mesma conversa: o Google libera uma nova versão do Android e prontamente remove alguns dispositivos Nexus da lista de elegíveis ao upgrade, seja porque o prazo oficial de 18 meses de suporte garantido expirou, seja porque a nova versão não rodaria satisfatoriamente em dispositivos mais velhos. Da mesma forma atuam os parceiros de Mountain View, estes muito mais preocupados em vender seus gadgets mais novos. Não foram poucas as vezes em que alguns modelos morreram muito antes do prazo ou já foram lançados sem previsão de updates.

Com o Android 7.0 Nougat é a mesma coisa. Como a lista de dispositivos contemplados iniciais é bem pequena e muito provavelmente os fabricantes irão abandonar alguns aparelhos que embora potentes, são "velhos" o pessoal do CyanogenMod vem ao resgate, dando início nos trabalhos da CM14.

O grupo, que embora tenha outras prioridades hoje em dia como tocar a Cyanogen Inc., que hoje é uma companhia não abandonou por completo o desenvolvimento das custom ROMs para dispositivos diversos. No entanto, boatos recentes apontavam que a CyanogenMod 14 não seria desenvolvida pela equipe principal, que busca hoje novos desafios como promover o oficial Cyanogen OS, uma solução séria e autorizada pelo Google que equipa alguns gadgets. Ele foi primeiro embarcado no OnePlus One, mas rusgas entre as duas companhias botaram tudo a perder.

Enfim... como o alcance da Cyanogen diminuiu e o investimento feito não está mostrando resultados, o mínimo que se deve fazer é manter as engrenagens girando. Assim, tão logo foi feito o anúncio oficial do Android 7.0 Nougat e o Google começou a liberar o código-fonte, o pessoal responsável desmentiu os boatos de abandono da custom ROM e começou os trabalhos, agregando os primeiros assets no Github.

Num primeiro momento nem todos os smartphones e tablets serão contemplados. A equipe do CyanogenMod iniciará o desenvolvimento pelo Nexus 5X e tão logo o otimizem irão partir para outros aparelhos com Android puro. Só então a atenção será voltada a aparelhos de terceiros que rodam ROMs customizadas, como os da Samsung, LG, Motorola/Lenovo, Sony, Alcatel e etc.

É um fato que o CyanogenMod é uma bela gambiarra, mas convenhamos: muitos smartphones e tablets com mais de dois anos de idade ainda dão muito caldo e a obsolescência programada (aquela da qual acusavam a Apple, que manteve os updates do iOS no iPad 2 e no iPhone 4S vivos por cinco anos) é um problema. Um Galaxy S5 ainda é um senhor smartphone, bem como o Moto Maxx, o último dos grandes lançamentos com um processador de 32 bits. Aliás esse é outro fator que muitos devem levar em conta daqui por diante: cada vez menos aparelhos com SoCs da antiga arquitetura serão mantidos vivos mesmo pela Cyanogen, portanto não estranhem se um ou outro não receber uma versão oficial dedicada.

No mais, só nos resta aguardar e ficar de olho.

Fonte: Reddit.

relacionados


Comentários