Home » Engenharia » Quebra-Molas made in Suécia

Quebra-Molas made in Suécia

Quando um quebra-molas não é quebra-molas? Quando é uma solução sueca que premia o motorista consciente com uma estrada lisa.

3 anos e meio atrás

osRUy5w9

Por incrível que pareça a Suécia tem problemas, e não é só com alces desgarrados. Como todo lugar do mundo, motoristas costumam ignorar os limites de velocidade. Isso é controlado de todas as formas.

Alguns países como a Dinamarca tentaram até moças nuas com os topless de fora. Na Súecia as ruas maiores usam os bons e velhos radares, nas menores, quebra-molas, mas há um porém.

O quebra-mola atrapalha tanto quem está cima do limite quanto quem está andando pianinho. Que tal uma solução que beneficie os motoristas que respeitam a Lei?

Uma solução que está sendo testada faz tempo (governo é governo essas coisas são lentas) é o ActiBump, um quebra-molas com sensores que detecta se o carro está acima da velocidade máxima. Se for o caso ele se retrai criando uma lombada invertida. Bem desagradável para o motorista e principalmente para a suspensão.

Se o carro estiver na velocidade permitida, nada acontece e o o pavimento permanece liso.


EdevaAB — Actibump

É bem mais caro que a solução tradicional? Com certeza, é mais caro, mais complexo, mais eficiente e melhor. Quanto será que se perde anualmente em conserto de suspensões de carros afetados mesmo andando abaixo do limite?

Fonte: Edeva.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários