Home » Internet » BitTorrent pretende criar seu próprio canal de notícias via P2P

BitTorrent pretende criar seu próprio canal de notícias via P2P

BitTorrent continua tentando andar do lado certo da lei: empresa está planejando lançar seu próprio canal de notícias, distribuído via P2P

3 anos e meio atrás

will-mcavoy

A BitTorrent prossegue em seus esforços para caminhar na legalidade e manter seus principais produtos longe da associação com a Locadora do Paulo Coelho. A mais nova jogada seria o lançamento de um app de notícias próprio através da plataforma Live, aproveitando a recepção positiva que seu software cobrindo a eleição dos EUA teve.

A iniciativa na verdade seira uma expansão do app OTT News, que cobre o pleito norte-americano e foi o primeiro app legal da BitTorrent a ser lançado para a Apple TV, além de contar com versões para iOS e Android. Ele usa o sistema P2P do Live para fazer a cobertura das eleições tanto em tempo real como também transmite spots pré-gravados. A cobertura dos eventos não é nem de longe tão extensa quanto um canal de mídia tradicional, só que as coisas estão mudando.

A BitTorrent está contratando profissionais, dentre eles um time de jornalistas e até mesmo um editor-chefe, e espera que o por enquanto chamado "BitTorrent News" seja lançado a tempo das eleições. O OTT News seria meramente um teste de campo, agora a brincadeira virou coisa séria. Embora a princípio não seja tão amplo e não conte com cobertura 24/7, o canal seria amplo e cobriria assuntos como política, tecnologia, esportes e cultura. Ou seja, pacote completo para qualquer emissora de notícias que se preze e não seja específico.

Desde 2013 a BitTorrent tenta, através de iniciativas como o Bundle, o Bleep e o Live se afastar da imagem de fornecedora do principal software para compartilhado ilegal de material com copyright que existe. O BitTorrent (o software) ainda não possui nenhum tipo de limitação quanto ao que os usuários disponibilizam, embora a indústria do copyright queira de todas as maneiras que a empresa de adeque à DMCA.

Ao lançar produtos legais eles tentam ao menos mostrar que estão tentando se manter no jogo, enquanto finge que não está vendo que a Locadora continua a usar seu software de maior sucesso livremente.

Fonte: Variety.

relacionados


Comentários