Home » Games » Miscelâneas » Executivo da EA não queria um Battlefield na 1ª Guerra

Executivo da EA não queria um Battlefield na 1ª Guerra

CEO da EA Studios admite que inicialmente rejeito a ideia de um Battlefield na 1ª Guerra, mas que depois a equipe responsável o convenceu de que a ambientação seria divertida.

3 anos atrás

battlefield-1

Quando vi a notícia de que o Battlefield 1 nos levaria para a Primeira Guerra Mundial, imediatamente fiquei bastante empolgado com as muitas possibilidades que poderiam ser exploradas no jogo da DICE, mas não chega a ser uma surpresa que muitas pessoas tenham temido por um jogo chato, incluindo aí o chefe do EA Studios.

Durante um evento para investidores realizado esta semana, Patrick Söderlund falou sobre reação inicial ao saber da ambientação proposta para o jogo, fruto da um pré-conceito que tinha sobre o histórico conflito.

Não era a escolha mais óbvia. Se você olhar para o que os outros parceiros da indústria estão fazendo, estão fazendo ficção científica; fizemos muito sucesso no campo militar moderno, mas sentimos que havia uma necessidade por mudança. Quando a equipe me apresentou a ideia da 1ª Guerra Mundial, eu a rejeitei. Disse que ‘a 1ª Guerra Mundial era uma guerra de trincheiras, não poderia ser divertido de jogar’.

 

A equipe continuou e persistiu no fato de que poderia ser divertido e me mostrou uma demo bem curta que me convenceu de que pelo menos era o caminho correto. A boa notícia é que sempre que você assume riscos e dá certo, você pode realmente ter um sucesso considerável.

Pode parecer estranho Söderlund falar sobre sucesso quando ainda falta tanto tempo para o jogo ser lançado, mas a aceitação dos jogadores em relação a novidade já pode ser vista nos elogios que o primeiro trailer recebeu e na expectativa criada entre os fãs de FPS. Agora, segundo Söderlund o objetivo é justamente garantir a entrega de um produto tão bom quanto o que foi mostrado nessa parte inicial de divulgação.

É claro que por enquanto toda a diversão que a nova ambientação trará ao Battlefield 1 reside no campo teórico e pode ser que quando o jogo for lançado ele se mostre tão entediante quanto muitos estão temendo. Porém, acho que o simples fato deles estarem buscando algo novo já é digno de lhes darmos uma chance.

Fonte: IGN.

relacionados


Comentários