Home » Hardware e periféricos » iPhone é eleito pela Time o gadget mais influente da história

iPhone é eleito pela Time o gadget mais influente da história

Time elege os 50 gadgets mais influentes de todos os tempos, e o iPhone é eleito o campeão; Mac é o terceiro, Walkman é o quarto e o IBM PC, o quinto

4 anos atrás

steve-jobs-iphone-2007-keynote

E lá vamos nós para mais uma polêmica. A Time publicou nesta semana mais uma “lista definitiva”, onde elegeu os 50 gadgets mais influentes de todos os tempos. E para alegria dos macfags o iPhone foi eleito como o grande campeão, principalmente por ter virado a telefonia celular de ponta-cabeça.

Segundo o editorial da revista, o iPhone foi o primeiro smartphone de fato a ser um poderoso computador de bolso, verdadeiramente acessível e, importante, extremamente elegante. Vale lembrar que até a introdução do primeiro modelo em 2007 (que não era lá essas coisas, vamos combinar; o iPhone 3G sim foi um senhor gadget) o setor era recheado de dispositivos com tela comum e teclados físicos. Ninguém havia pensado em touchscreen, a BlackBerry dominava o mercado com seus smartphones que eram competentes mas nada bonitos.

Vale mencionar que até o lançamento do iPhone, o Android seguia por um rumo totalmente diferente.

É fato que a telefonia móvel se divide entre antes e depois do iPhone. Todo o mercado (menos a BlackBerry, que pagou caro por isso) correu atrás da maçã e tratou de imitar o iPhone em diversas características, o que acabou fazendo com que o setor evoluísse muito e em muito pouco tempo. Mesmo que você não aceite a posição do gadget no topo da lista, não dá para negar que ele foi definitivamente um fator que mudou o jogo completamente.

O iPhone não é único item da Apple na lista: o Macintosh original ocupa a terceira posição, o iPod o 9º lugar, o iPad ficou em 25º e o iBook conquistou inexplicavelmente o 38º lugar. O Nest, criação do pai do iPod Tony Fadell acabou em 44º, embora não seja diretamente um produto da maçã (hoje ele pertence ao Google) o termostato inteligente empresta muito de sua filosofia.

Outros gadgets relevantes também estão presentes. A TV Trinitron e o Walkman, duas criações importantíssimas da Sony (que estranhamente não foi creditada pelo rádio transistorizado) ficaram em 2º e 4º lugar respectivamente. A empresa japonesa também fez bonito, com o PlayStation original em 31º e o Discman em 40º; já a Nintendo emplacou o NES em 15º, o Game Boy em 16º e o Wii em 32º. A IBM conquistou a 5ª posição com o IBM-PC 5150, a 17ª com a máquina de escrever eletrônica e a 21ª com o ThinkPad 700C.

A Motorola também entrou na lista com o DynaTAC, o primeiro celular da história em 37º lugar, o Droid/Milestone (o único Android) em 20º e o Pager em 18º. O Google também conseguiu enfiar sabe lá como o Glass na lista, ainda que como último colocado. O Palm Pilot ficou em 36º e o Hitachi Magic Wand, o massageador que todo mundo usa para outros fins conquistou um merecido décimo lugar. Atari, Kodak, Polaroid e outras também emplacaram alguns de seus produtos mais consagrados.

Listas existem para serem contestadas, nunca são um testamento definitivo de nada. Logo fica a pergunta: você concorda com a posição do iPhone e de outros produtos na relação da Time? Deixe sua opinião nos comentários. 😉

Fonte: Time.

relacionados


Comentários