Home » Mobile » Podcasts chegam ao Google Play Music, mas calma

Podcasts chegam ao Google Play Music, mas calma

Promessa é dívida: o Google Play Music passa a dar suporte a podcasts, mas por enquanto apenas nos Estados Unidos e Canadá.

4 anos atrás

google-play-music-podcasts-001

E aconteceu. Após circularem rumores de que o Google finalmente montaria um puxadinho para os “programas de rádio na internet”, nesta segunda-feira o Play Music passou oficialmente a suportar podcasts, com todas as vantagens e facilidades que a gigante oferece em seus serviços. Só que infelizmente e sem muita surpresa, nem todo mundo poderá curtir seus programas favoritos por enquanto.

A novidade foi anunciada ontem, e o Google separou os podcasts em categorias específicas. O dono do programa fica responsável por inscrevê-lo e uma vez aprovado, de acordo com o foco especificado pelo autor e a curadoria específica os canais serão alocados de acordo com gostos, temas e estilos. Categorias como “Coisas que Você Deveria Saber”, “Histórias Pessoais” e claro, uma área de destaque para os programas que estão bombando. Tudo de forma bem orgânica, como já ocorre com o canal de música.

google-play-music-podcasts-002

Este é um diferencial que poderá ser muito significativo para o podcast menor que possui características únicas, mas não consegue destaque principalmente porque os grandes aparecem mais. Isso é bem do Google no que diz respeito a destacar conteúdos diferenciados, e no que diz respeito ao podcast em si as chances dos mesmos se popularizarem a partir de agora aumentam muito, por um simples motivo:

Todo Android sai da caixa com o Google Play Music pré-instalado. Uma primeira execução do app pode inclusive já sugerir uma pancada de programas ao ouvinte que nunca ouviu podcasts. Imagine um fã de séries de suspense dando de cara com o Serial pela primeira vez.

Claro que nem tudo é perfeito: por questões práticas (leia-se leis de copyright, afinal há o fundo musical) os podcasts só estão disponíveis nas versões web e Android do Play Music nos Estados Unidos e Canadá. Ainda não há previsão de quando o recurso chegará por aqui, mas é fato que não deve demorar.

Fonte: a internet inteira.

relacionados


Comentários