Home » Robótica e IA » Google demonstra novo robô e revela sem-querer que é a OCP

Google demonstra novo robô e revela sem-querer que é a OCP

Outro robô bípede do Google, mas esse tem anatomia alienígena.

3 anos e meio atrás

schaft-robot-e1460141218921

Nosso foco em robôs humanóides às vezes nos cega para as possíveis variações. A maior parte das vezes a solução da Natureza é excelente, em outras a nossa solução é melhor. Nenhum meio de locomoção natural é tão eficiente quanto a roda, o que levanta a questão: como a Natureza não chegou nessa resposta?

Surpreendentemente simples: primeiro, rolamentos são algo incrivelmente complexo de se implementar biologicamente. Uma roda teria que ser algo vivo sem nenhum contato permanente com o organismo principal. Não que não tenha sido implementado, o flagelo funciona assim. O segundo ponto contra rodas é que a Natureza é péssima construtora de estradas, rodas não funcionam tão bem off-road. Mesmo assim quando há um ambiente onde elas são muito eficazes, elas surgem. Vide aquelas plantas rolantes que vivem em filmes de faroeste.

O deslocamento bípede é algo que queremos que nossos robôs emulem, mas precisam emular exatamente nossa anatomia? Há vários recursos mecânicos excelentes que não existem na natureza, como engrenagens (salvo a inevitável exceção).

A Schaft, uma das empresas de robótica que o Google comprou está seguindo essa linha, e apresentou um robô bípede seguindo uma abordagem diferente do Atlas da Boston Dynamics, empresa que aliás o Google está vendendo, não querem mais fazer robôs militares malvados.

A anatomia do robô é completamente alienígena. É uma solução nova para um robô bípede, e funciona muito, muito direito, veja:


mehdi_san — Google owned Schaft unveils new bipedal robot

A parte assustadora começa no minuto 1:20. Certeza que eu já vi aquela perna inclinada pra trás em algum lugar. Então percebi que estamos perdidos mesmo. O ED-209 ao menos não descia escadas.

20151231tumblr_mztlcvniuy1s3y9slo1_r1_500

Fonte: Recode.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários