Home » Internet » De novo: NUNCA confie cegamente em GPS, Google Maps e cia.

De novo: NUNCA confie cegamente em GPS, Google Maps e cia.

Empresa de demolição contratada para derrubar casa afetada por tornado enfia a cara no Google Maps e e põe abaixo a residência errada

4 anos atrás

the-machine-knows

Nós do MeioBit amamos tecnologia, entendemos que ela facilita e muito a nossa vida mas obviamente, não somos ingênuos. Máquinas e sistemas falham, ou por conta do BIOS (Bicho Ignorante Operando o Sistema) ou porque seus algoritmos não são tão precisos quanto deveriam. Em suma é preciso ter opções alternativa e principalmente, bom senso.

Não é o que acontece, já vimos casos de pessoas que simplesmente ficam completamente tapadas na presença de um computador, a visão de um prompt ou do botão Iniciar do Windows (você está usando o 10, certo?) automaticamente desliga uma série de neurônios. Com o GPS então é ainda pior, as pessoas tendem a deixar tudo a cargo de Google Maps, Apple Maps, HERE ou mesmo os mais confiáveis e calejados sistemas da TomTom e concorrentes. Mas mesmo eles não são perfeitos (uma atualização forçada cairia muito bem).

A mais nova trapalhada orquestrada por pessoas que não deveriam utilizar algo mais tecnológico que um lápis aconteceu em Rowlett, Texas na semana passada. Uma companhia de demolição foi contratada para derrubar uma casa que havia sido afetada por um tornado durante as festas de fim de ano. Como várias outras residências da região, o duplex de Lindsay Diaz e Alan Cutter fora avaliado pela seguradora e classificado como apto para reparos, não oferecendo riscos à proprietária e aos vizinhos.

wrong-house

Lindsay Diaz e Alan Cutter contemplam os escombros de sua casa, demolida erroneamente

Pois não foi o que aconteceu: a empresa em questão, não conseguindo confirmar se estavam ou não lugar correto decidiu que a casa de Diaz e Cutter era a contemplada e a colocou na chon. De fato, estavam na rua errada.

Em situações normais a empresa colocaria a mão na consciência, perceberia a burrada e arcaria com os custos, mas a história só melhora: algum espírito de porco da Billy L. Nabors Demolition jogou a culpa em um terceiro, o Google Maps. Ele apresentou provas de que o motor de busca exibiu erroneamente a casa de Diaz na localidade correta para a demolição, algo que Mountain View posteriormente reconheceu como um bug e corrigiu.

Resumindo, a demolidora alega que o Maps sabia onde estava indo e como ele "errou", jogou toda a culpa no sistema de GPS do Google e tenta se safar da responsabilidade. Só faltou dizer que Diaz e Cutter foram os culpados por morarem no lugar errado.

Diaz, que só precisava de um entendimento da demolidora para que a seguradora fizesse sua parte não o teve, pois a mesma se recusa a reconhecer a hagada e pretende levar o caso para a justiça, no que chamou de "luta feia". Ótimo, que os responsáveis percam até as calças por não fazerem seu serviço direito e tentarem jogar a culpa por suas burradas nos outros. Só lamento que os donos da casa derrubada tenham que esperar um bom bocado até tudo se resolver.

Fonte: WFAA.

relacionados


Comentários