Home » Hardware e periféricos » Novidades Apple: iPhone SE, iPad Pro 9,7″, novo Apple Watch e iOS 9.3

Novidades Apple: iPhone SE, iPad Pro 9,7″, novo Apple Watch e iOS 9.3

Confira todas as novidades apresentadas pela Apple em seu último evento especial; destaques para o iPhone SE e o iPad Pro de 9,7 polegadas

3 anos e meio atrás

apple-event

Nesta segunda-feira tivemos mais um evento da Apple, onde a companhia revelou em primeira mão seus mais novos produtos que chegarão às lojas em breve. Entre as novidades estão as confirmações dos dois rumores mais veiculados, o iPhone SE e o iPad Pro de 9,7 polegadas. Vamos dar uma olhada em tudo o que foi falado e apresentado:

apple-watch-nylon

Apple Watch de pulseira e preço novos

O primeiro produto revelado nem chega a ser uma novidade per se, mas Tim Cook o usou como um gancho para algo mais relevante: o Apple Watch foi lembrado pelo CEO como o smartwatch mais vendido do mundo e é verdade, ele esmagou completamente a concorrência (aqui e aqui). Como os usuários trocam constantemente de pulseiras foi introduzido um novo modelo para os aficcionados e fashionistas, de nylon com quatro opções de cores.

Porém a novidade mais relevante foi mesmo o preço: a partir de agora o modelo de entrada sofre redução de US$ 349 para US$ 299 na civilização. No Brasil, começa em R$ 2.599,00.

iOS 9.3, com mais segurança

A nova versão do iOS chega com alguns refinamentos como o modo noturno, que faz a tela reproduzir cores mais quentes durante a noite para não prejudicar o sono dos usuários (há estudos que apontam as cores quentes e/ou frias influenciando o ritmo circadiano, que é regulado por nosso núcleo supraquiasmático; mais sobre aqui) e novidade sde segurança como relacionar suas Notas ao Touch ID, sendo que a digital passou a contar com uma camada adicional de segurança via senha. O CarPlay agora se conecta mais profundamente ao Apple Music para recomendações e o Health se torna mais preciso no quesito monitoração dos sinais vitais e passa a sugerir outros apps mais precisos.

Sobre este último, vale citar uma nota que a Apple introduziu um novo framework chamado CareKit, que permitirá desenvolvedores a criarem apps mais precisos e específicos. Um bom caso de tecnologia aplicada (e que inexplicavelmente ninguém pensou antes) é transformar o Apple Watch em um monitor que dispara uma série de avisos aos contatos selecionados do usuário em caso de um ataque epiléptico. Simples e que pode salvar muitas vidas, casos de óbito por SUDEP (sudden unexpected death in epilepsy, ou morte súbita inesperada por epilepsia, quando uma pessoa aparentemente saudável apresenta uma crise sem o menor aviso e não é tratada a tempo) são mais comuns do que você pensa.

O iOS 9.3 chega aos iPhones e iPads hoje.

iPhone SE: pequeno mas potente

Mas vamos às novidades mais quentes. O iPhone SE, o suposto smartphone de 4 polegadas para o qual muita gente torceu o nariz se mostrou real. A Apple percebeu que ainda há procura por aparelhos pequenos, mais de 30 milhões de unidades menores que os atuais carros-chefe foram vendidos em todo o mundo em 2015. Logo por que não atualizar o hardware?

iphone-5se

O iPhone SE possui basicamente o mesmo hardware do 6s: processador Apple A9, um dual-core com clock de 1,84 GHz (a Apple não tem intenção de pular para os quatros núcleos ainda, e nem precisa) co-processador M9, câmera iSight de 12 megapixels que filma em 4K e FaceTime HD também com Flash Retina.

A tela é um LCD de 4″ com resolução de 1136 × 640 pixels que mantém a proporção Retina de 326 ppi, redes 4G/LTE e Wi-Fi e bem… bateria de 1.642 mAh. Entretanto a Apple jura de pé junto que a autonomia foi aprimorada, permitindo uso de até 14 horas em 3G e acima de 50 horas tocando música. O conector é o Lightning e a entrada P2 continua lá, ao menos por enquanto.

Preços: mostrando mais uma vez que a Apple não trabalha para pobre o iPhone SE não é um produto “baratinho”, o modelo de 16 GB será vendido por US$ 399 e o de 64 GB, por US$ 499.

iphone-5se-prices

A pré-venda começa no dia 24/03 e o lançamento oficial será no dia 31/03 lá fora.

UPDATE: embora muita gente ache estranho o movimento, além da Apple estar atendendo a demanda é importante se atentar que usuários diferentes possuem necessidades diferentes. Mulheres por exemplo, que em geral possuem mãos menores que as dos homens preferem aparelhos mais compactos, que são mais fáceis de serem manuseados. A maçã não está desistindo do form factor atual, só o está expandindo.

Pensando nisso e aproveitando o ensejo, que tal participar de nossa enquete?

iPad Pro 9,7″: quase um Surface

Este sim, um produto promissor. Eu não sou fã de iPhones e ainda estou me habituando com um Mac, mas sempre gostei do iPad e estimo meu Air 1st gen bastante. Só que a Apple entendeu que não adianta empurrar um modelo novo por ano, todo mundo que queria um já comprou e como seu foco é diferente, seus usuários tendem a mantê-lo até que ele se acabe para só então comprar outro. Tanto que seu preço de revenda, algo que os usuários dos produtos da maçã se gabam frente à concorrência (e com razão) não é dos melhores.

Por isso demorou um bocado para Cupertino voltar a dar atenção ao modelo de 9,7 polegadas, já que nesse interim introduziu o iPad Pro. Agora ele ganha um irmão mais novo, que tem tudo para suplantar de vez a linha Air (afinal, qual o sentido em manter duas linhas do mesmo form factor?)

ipad-pro-9-7

Se o iPad Pro já era um rival equivalente ao Surface mas um tanto grande demais, o modelo de tamanho “normal” pode muito bem agradar a quem busca uma máquina portátil faz-tudo. Phil Schiller, VP de Marketing da Apple e fanboy número um da companhia insiste na ideia de que o iPad Pro substituiu o Windows completamente, quando um usuário acima do nível YouTube/e-mail/redes sociais não abre mão de jeito nenhum de uma estação da Microsoft. O Surface é um monstrinho capaz de renderizar vídeo pesado e reproduzir como gente grande; o Pro ainda não, mas quase.

O Pro 9,7" no entanto é muito bom para pessoas que querem algo razoavelmente potente na mochila. O hardware é o mesmo do modelo de 12 polegadas, com processador A9X , quatro alto-falantes estéreo, suporte ao teclado físico e ao Apple Pencil (pausa para risadas ao lembrar de Steve Jobs e sua declaração sobre stylus) e câmera iSight de 12 MP semelhante à do SE, que filma em 4K. A FaceTime HD de 5 MP foi aprimorada o bastante para permitir selfies de qualidade. Sim, num tablet. Aceite.

ipad-pro-9-7-prices

Precinhos: o iPad Pro 9,7″ começa em US$ 599 no modelo mais básico, de 32 GB com Wi-Fi. Finalmente a Apple entendeu que espaço extra nunca é demais e introduziu a variação de 256 GB, para quem tem alguns tostões a mais. O top com Wi-Fi e 4G sai por US$ 1.029,00 e nem quero ver quanto irá custar aqui. Já o Air 2 sofre redução de preço, passando a custar a partir de US$ 399 na civilização.

Tal qual o iPhone SE, o iPad Pro 9,7″ chega às lojas no dia 31/03. Ambos não possuem previsão de lançamento no Brasil.

relacionados


Comentários