Home » Mobile » Surpresa! Google já liberou build preliminar do Android N

Surpresa! Google já liberou build preliminar do Android N

Google libera acesso à Developer Preview do Android N, que traz uma cacetada de novidades (e pode receber o sabor de uma guloseima muito amada)

3 anos e meio atrás

android-n-001

E não é que Mountain View resolveu queimar a largada? Dois meses antes do Google I/O 2016, que será realizado entre os dias 18 e 20 de maio a companhia liberou os downloads da versão Developer Preview do Android N, que ainda não possui número definido nem mesmo nome (mais sobre isso à frente), mas que já traz uma série de melhorias e novidades em relação ao 6.0 Marshmallow.

O Google está adiantando as coisas porque quer o feedback dos desenvolvedores o quanto antes. Assim, quando o Android N for enfim liberado para uso final em torno do terceiro trimestre ele já será um sistema muito mais polido e experimentado, com menos bugs e com recursos mais refinados. Aliás, falemos do que ele traz de novo.

android-n-002

A principal novidade é o chamado Modo Multi-Janela: nos smartphones e tablets o usuário poderá utilizar dois aplicativos lado-a lado dividindo a tela, a fim de aumentar a produtividade e facilitar o multitasking (sim, o iPad já tem isso mas chega dessa história; já estamos cansados de saber que iOS e Android se copiam mutuamente há anos). Nos aparelhos com Android TV, como televisores ou o Nexus Player o modo será adaptado para PIP, exibindo uma janela menor sobre a outra que ocupa a tela inteira.

A barra de notificações foi aprimorada (como podemos notar na primeira imagem), as notas ficaram um pouco mais compactas e ocupam menos espaço de tela e com ações de contexto; mensagens por exemplo podem ser respondidas ali mesmo sem a necessidade de abrir o app em questão. Por isso notificações de um mesmo app não serão mais agregadas, permitindo que se responda a cada uma individualmente.

Android Police — Android N Developer Preview - New Quick Settings menu

Os menus de configurações rápidas voltaram a ser agrupados na versão resumida de exibição, portanto você não precisa mais arrastar a gaveta até o fim para acessá-los. Os devs podem criar versões próprias de configurações rápidas de suas aplicações e o usuário é livre para customizar quais serão mais facilmente acessíveis, como já foi tempos atrás (muito provavelmente o recurso voltou atendendo a pedidos). E por fim as configurações rápidas em si ficaram mais completas e permitem acesso a informações e ajustes finos sem ter que abrir o app principal.

O Project Svelte, o endocrinologista particular do Android foi bastante aprimorado e se tornou ainda mais eficiente. Introduzido no 4.4 KitKat, sua principal função era tornar mais eficiente o consumo de recursos do robozinho, a fim de que ele pudesse fazer as mesmas tarefas com menos exigências de hardware. Ao cortar os quilinhos extras do sistema, o Android passou a ser leve o bastante na época para rodar em aparelhos de no mínimo 512 MB de RAM, o que em tese viabilizaria sua adoção até por aparelhos de entrada. Claro, o Google não levou em conta o fator obsolescência programada, a maioria dos fabricantes não deu bola e preferiu manter seus dispositivos mais simples defasados até para estimular as vendas.

Desta vez eles nem vão tentar, mas o Svelte vai trabalhar para manter a fome do Android controlada a fim de que ele opere melhor sem forçar tanto a barra.

O Android N tem suporte total à Vulkan, a nova API gráfica que entrega uma camada de abstração mais próxima da linguagem de máquina para os desenvolvedores. Desta forma é possível extrair mais do hardware com menos esforço, dando um maior destaque ao processamento 3D. Ou seja, jogos cada vez mais bonitos no seu robozinho. Já o modo noturno habilita uma série de medidas para quem gosta de utilizar seu smarthpone ou tablet à noite e mas não quer cansar seus olhos.

Por fim temos o Doze, o modo de economia de energia que habilita uma série de restrições quando os sensores e/ou o giroscópio detectam que o aparelho não está sendo utilizado, mas dava preferência a total inatividade de movimento. O Google percebeu o óbvio de que quando um smartphone está dentro do bolso ou de uma bolsa, não há razão para não reduzir o consumo. Assim o Doze entra em ação toda as vezes que a tela for desligada.

Para entrar em sintonia com o Doze o consumo de dados em background também foi reduzido, passando a entrar em ação somente quando conectado em Wi-Fi. O modo de economia também restringe automaticamente os apps, passando a cortar o consumo quando muito é exigido. Por exemplo: ao abrir um vídeo do YouTube no 4G o Android N saberá que o mais inteligente é manter sua franquia de dados sabia, e irá derrubar a qualidade do vídeo de cara. Claro, você pode alterar as configurações para cad app individualmente.

android-n-003

O Google tradicionalmente anuncia nova versão de seu sistema operacional móvel durante a conferência anual para desenvolvedores, mas 2016 a empresa preferiu contar com a cooperação mais ativa da comunidade: os membros do programa Android Beta Program, que ainda não está disponível terão acesso direto às builds de teste do robozinho, podendo baixar as versões para os aparelhos elegíveis via OTA. Já os demais podem pegar as imagens diretamente no site e instalar manualmente, mas como é de praxe apenas aparelhos com o sistema puro são compatíveis antes do lançamento oficial: os aparelhos elegíveis são Nexus 5X, Nexus 6, Nexus 6P, Nexus 9 LTE, Nexus Player e Pixel C.

android-nutella

E o nome? O Google não definiu sequer o número da versão, mas há indícios de que o sabor do robozinho já foi escolhido e conforme muitos chutaram, tudo leva a crer que Mountain View novamente fechou um contrato de uso de uma marca conhecida. No último parágrafo de seu texto no Medium anunciando o lançamento da Developer Preview do Android N, o SVP para Android, Chrome OS e Chromecast Hiroshi Lockheimer fez o seguinte jogo de palavras (grifos nossos):

So, the burning question that’s on everyone’s mind: what will the N release be named? We’re nut tellin’ you yet.

Embora as coisas possam mudar até maio, tudo leva a crer que teremos mesmo um Android Nutella.

Fonte: Google.

relacionados


Comentários