Home » Games » Indústria » Microsoft “perde” mais alguns estúdios

Microsoft “perde” mais alguns estúdios

Microsoft remove mais cinco estúdios do seu site, mas garante estar totalmente comprometida com o desenvolvimento interno de games e com a marca Xbox.

4 anos atrás

kinect-joy-ride

Esta semana não tem sido muito fácil lá pelos lados da Microsoft e por mais que algumas pessoas não tenham se dado conta disso, as decisões que tem sido tomadas na empresas deverão afetar diretamente aqueles que consomem seus jogos, principalmente os donos de um Xbox One.

Tudo começou com o anúncio do cancelamento do Fable Legends, que foi seguido pelo fechamento da Press Play e do provável fim da Lionhead. Mas o que não sabíamos era que a companhia também se encarregaria de remover outras marcas do seu portfólio, conforme pode ser visto no site oficial.

Além dos citados anteriormente, outros cinco estúdios deixaram de ter seus nomes vinculados à Microsoft, sendo eles o BigPark, o Function Studios, o Good Science, o LXP e o SOTA, com o mesmo tendo acontecido com o logo do Project Spark e com isso acho que podemos dar este projeto como oficialmente abandonado. Detalhe: os servidores do jogo estão desligados há alguns dias.

Ao falar sobre o assunto, um representante da Microsoft disse que este é um procedimento natural, que a empresa apenas aproveitou a oportunidade para atualizar a lista de estúdios que funcionam sob seu controle e que há algum tempo as equipes que atuavam neles foram remanejadas para outros projetos.

Há de se dizer que desses o BigPark talvez seja o mais conhecido, sendo que a única coisa que eles nos deu foi a questionável série Kinect Joy Ride, mas ainda assim não deixa de chamar a atenção tantas mudanças sendo feitas em tão pouco tempo e por isso alguns jogadores trataram de entupir a conta de Phil Spencer com perguntas sobre o futuro da marca Xbox.

Além de prometer que a divisão não será abandonada, o responsável por ela se disse orgulhoso dos jogos que os estúdios tem feito internamente e que os planos deles é de continuar criando novas propriedades intelectuais e expandir as que já possuem. Ele também pediu desculpas por não poder dar detalhes sobre o fechamento da Lionhead e da Press Play, mas voltou a afirmar que a Microsoft está comprometida com as desenvolvedoras que possui.

Tudo isso quer dizer que a Microsoft está perto de desistir do mercado de consoles? Acredito que não, mas tais cancelamentos somados ao fato do Xbox One estar perdendo a disputa com o PlayStation 4 ajuda a criar essa sensação e a fabricante ter desistido de divulgar os números das vendas do seu console parece só piorar a situação.

Fonte: Videogamer.

relacionados


Comentários