Home » Hardware e periféricos » Oculus Rift, Too Hot for Mac?

Oculus Rift, Too Hot for Mac?

Palmer Luckey diz que Oculus Rift dará suporte ao Mac quando a Apple lançar um computador bom o bastante; mesmo o Mac Pro não estaria à altura do headset

4 anos atrás

oculus-rift

A gente já aceitou o fato de que o Oculus Rift e os demais headsets de realidade virtual serão brinquedos para poucos em seus primeiros momentos de vida. Não só o preço final dos acessórios é elevado como as especificações mínimas dos computadores dos quais eles dependem não é pouca coisa. Basicamente apenas cerca de 1% de todas as máquinas pessoais do planeta estão aptas para darem suporte a eles.

Só que até agora todo mundo só fala de PC para lá, PC para cá. E o Mac? Bem, ao menos os usuários da maçã que optarem pelo Oculus Rift não contarão com suporte oficial da companhia hoje pertencente ao Facebook, e os motivos dados pelo CEO Palmer Luckey são no mínimo curiosos.

Vamos combinar uma coisa, Luckey tem uma língua deveras afiada. Ele já descarregou sua metralhadora cheia de mágoas no PlayStation VR, ao dizer que o acessório da Sony estaria muito atrás do Rift em termos de performance. Desta vez ele destilou seu veneno em cima da Apple ao ser perguntado durante uma entrevista sobre a ausência de suporte oficial aos computadores pessoais de Cupertino, e se haveriam planos para mudar essa situação.

Bem, o executivo da Oculus foi curto e grosso:

Isso depende da Apple. Se eles lançarem algum dia um bom computador, nós daremos suporte.

Claro que isso soou bastante estranho, dizer que os Macs não são tão bons quanto um PC customizável até vai, principalmente em tempos onde um iMac possui memória RAM soldada (cabe um esclarecimento aqui: apenas o modelo top do top permite upgrade de memória). Só que há casos e casos. Luckey então explicou onde reside o problema: a falha da Apple em não priorizar GPUs de ponta, mesmo em seu modelo de computador mais parrudo:

Tudo se resume no fato de que a Apple não prioriza GPUs de ponta. Você pode adquirir um Mac Pro de 6 mil dólares com uma AMD FirePro D700 top de linha, e ainda assim não alcançaria nossas configurações recomendadas. Ora, nós adoraremos dar suporte ao Mac mas somente se eles priorizarem GPUs mais poderosas como eles faziam tempos atrás. No entanto, agora não há nenhuma máquina da Apple que suporta o Oculus Rift.

Vejamos: é aceitável dizer que o MacBook ou um iMac esteja aquém das necessidades do Oculus Rift (que lembrando, precisa do mínimo de uma nVidia GTX 970 ou uma AMD R9 290), mas o Mac Pro não é necessariamente um computador tão fraco assim. Estamos falando de um monstro capaz de dar suporte a seis monitores 4K a 60 Hz, e na minha opinião as declarações de Luckey soam mais como um ataque desnecessário.

Por que digo isso? Simples, a HTC anunciou tempos atrás que o Vive dará suporte ao Linux e Mac, e curiosamente suas especificações mínimas exigem as mesmas GPUs que o Oculus Rift. Tudo bem que a Valve derrubou o suporte no Day One e preferiu num primeiro momento apoiar exclusivamente o Windows, mas a empresa de Gabe Newell tem as Steam Machines para vender e deixar o Linux de fora (e por tabela o Mac) não é algo muito esperto.

Enfim, como ambos os headsets estão prestes a chegar ao mercado logo saberemos se os Macs estão tão aquém assim quanto Luckey diz, ou se sua declaração serviu apenas para causar mais uma flamewar.

Fonte: ShackNews.

relacionados


Comentários