Home » Mercado » No último trimestre, a Apple lucrou (mais que) uma Petrobras inteira!

No último trimestre, a Apple lucrou (mais que) uma Petrobras inteira!

Nos três últimos meses de 2015, a Apple vendeu nada menos que 74,8 milhões de iPhones pelo mundo. E o lucro da empresa em tal trimestre é o maior da História, tão grande que corresponde ao valor de mercado de uma empresa como a atual Petrobras.

4 anos atrás

Laguna_Apple_Earnings

As filas nas lojas físicas têm sido desestimuladas, mas o lucro só aumenta (crédito: Yahoo Finance)

A Maçã de Cupertino finalmente divulga ao público seu relatório financeiro do primeiro trimestre fiscal de 2016 (Q1 FY 2016), que para as pessoas normais corresponde ao último trimestre de 2015 e terminou dia 26 de dezembro (T4 2015). Sente-se na cadeira, pois os números da Apple são gigantes.

Receita de 75,9 bilhões de dólares e lucro de US$ 18,4 bilhões.

Laguna_Apple_Tim_Cook_earnings

Considerando apenas os iPhones, o CEO da Apple pode sorrir bastante! (crédito: Glass Almanac)

Isso mesmo, lucro de dezoito vírgula quatro bilhões de dólares. Em um trimestre. Considerando que uma empresa como a Petrobras tenha valor de mercado de apenas US$ 17 bilhões (e caindo de forma fenomenal), o feito da Apple é notável. O maior lucro da história da empresa, em parte graças ao mercado chinês, em alta.

No último trimestre do ano o mercado teve Dia da Crianças, Black Friday e Natal para estimular o consumo. Em relação ao mesmo período do ano retrasado (Q1 FY 2015 ou T4 2014), tivemos leve alta apenas nas vendas de iPhone. Os números de unidades vendidas dos iPads e Macs estão em queda.

Laguna_Apple_Sales_QoQ

Q3 FY 2012 a Q1 FY 2016 (crédito: The Verge)

A Apple vendeu 5,3 milhões de Macs pelo mundo, no primeiro trimestre fiscal de 2016; contra 5,5 milhões de unidades no primeiro trimestre fiscal de 2015. Sintoma do mundo pós-PC.

iPads: foram apenas 16,1 milhões de unidades (forte baixa em relação aos 21,4 milhões no Q1 FY 2015). Aparentemente a Apple diminuirá o ritmo de lançamentos dos iPads, então faz sentido a linha iPad Air ganhar um terceiro modelo um ano e meio depois.

Em alta temos o mais lucrativo produto da Apple: todos os iPhones somaram 74,8 milhões de unidades vendidas pelo mundo nesses três meses analisados (outubro a dezembro de 2015), contra “apenas” 74,5 milhões no Q1 FY 2015 (outubro a dezembro de 2014). O preço médio dos iPhones vendidos é de US$ 690,50 e posso especular que a maioria dos consumidores opta por aparelhos mais antigos, ou mesmo os de 16 GB.

Durante o período analisado, o dólar teve forte alta em relação a outras moedas e fez com que a Apple obtivesse menor lucro e receita nas Américas e Japão. Junte isso e nenhum estímulo para o consumo, pode-se prever forte queda no atual trimestre (Q2 FY 2016 ou T1 2016).

Talvez por isso a Apple esteja organizando novo evento em março, onde apresentará o Apple Watch 2, e possivelmente o iPad Air 3, além do iPhone 5SE (ou iPhone 6C, iPhone mini, sei lá).

Fonte: Ars Technica.

relacionados


Comentários