Home » Software » Ian Murdock, criador do Debian morre aos 42 anos

Ian Murdock, criador do Debian morre aos 42 anos

A comunidade do Software Livre está de luto: Ian Murdock, fundador do Projeto Debian morre aos 42 anos sob circunstâncias ainda não esclarecidas

4 anos atrás

ian-murdock

Esta notícia veio para azedar as festas de fim de ano da comunidade do software livre: Ian Murdock, fundador do Projeto Debian, uma das distribuições mais populares e mais importantes do Linux faleceu na última segunda-feira aos 42 anos, sob circunstâncias ainda não completamente esclarecidas.

Murdock foi figura importante na popularização do Linux entre usuários finais, ainda que ele continue dando ponto de audiência. Em 1993 ele, ainda estudante de Ciência da Computação na Universidade de Purdue publicou o Manifesto Debian (o nome do SO veio da junção de seu nome e de sua ex-esposa Deborah Lynn), em que definiu as bases do que deveria ser um sistema operacional que respeitasse as diretrizes GNU/Linux: ser aberto e não desenvolvido por apenas um grupo ou indivíduo, como eram as distros até então. A modularidade do sistema foi outro ponto que ele defendeu, como uma forma de combater o que ele via como nocivo para a comunidade: a fome de dinheiro dos desenvolvedores que utilizam o Linux para fornecer suas distros fechadas e pagas.

Com o tempo vimos que ele estava certo. Ferramentas de baixo nível como o dpkg e de alto nível, como o APT surgiram no Debian, que se tornou uma interface mais amigável aos usuários que queriam rodar Linux. Isso sem falar na extensa família que ela gerou, ou Ubuntu ao Knoppix, passando pelos finados Kurumin e BrDesktop, criações brasileiras.

Murdock atuou com o CTO da Linux Foundation entre 1996 e 2003, quando foi para a Sun Microsystems. Lá ele liderou o projeto que criou o OpenSolaris, uma versão aberta do Solaris com toda a bagagem que o desenvolvedor trouxe do Linux. Infelizmente o projeto foi descontinuado em 2010, quando a Oracle comprou a Sun e preferiu se focar na versão fechada.

De lá Murdock foi para a ExactTarget e mais recentemente estava trabalhando na Docker. As circunstâncias de sua morte são um tanto confusas, sabe-se que ele foi preso em 27/12 mas não se sabe o motivo. Murdock chegou a tuitar queixas de abuso policial e sua última mensagem na rede social foi de que ele iria se matar no dia 28. Até o momento não se sabe exatamente o que aconteceu.

É uma pena que Murdock tenha partido quando ainda poderia contribuir muito para o cenário do software livre, mas desde já muita gente agradece pelo que ele fez pela comunidade, e muitos sentirão sua falta.

Este post será atualizado conforme mais informações se tornarem disponíveis.

Fonte: Debian.

relacionados


Comentários