Home » Meio Bit » Áudio » Uma Stratocaster de… papelão. E funciona!

Uma Stratocaster de… papelão. E funciona!

O quão longe papel pode ir? Fender e Ernest Packaging Solutions se unem para criar uma guitarra de papelão inspirada da icônica Stratocaster

3 anos atrás

cardboard-fender-fail

A Ernest Packaging Solutions é uma companhia norte-americana especializada em… bem, embalagens. Embora trabalhe com os mais diversos tipos de materiais, eles se orgulham mesmo é de sua maestria no domínio do papelão. Tanto que ela possui um canal no YouTube onde veicula a série Cardboard Chaos em colaboração com a Signal Snowboards, onde tenta provar que é possível criar qualquer coisa com o material: já demonstraram uma bicicleta, uma snowboard, um skate e uma prancha de surfe.

É o bastante? Não para esses malucos, que se uniram à Fender para produzir uma Stratocaster de papelão. E pior, ela funciona!

A ideia por trás do programa é “ver o quão longe o papel pode ir”. Ainda assim uma guitarra feita do material não é algo que muita gente considerava viável. Para começar o braço precisa resistir a uma pressão enorme para manter as cordas no lugar, em torno de 113 kgfm de torque. Como proceder? A solução encontrada foi dispor camadas de papelão tanto no braço quanto no corpo, para deixá-lo o mais sólido possível. Isso ainda conferiu um toque especial à guitarra, que ficou transparente.

cardboard-fender

O design, inspirado no modelo clássico da Stratocaster é de Mike Martinez da Ernest, e o mestre construtor da Fender Paul Waller se encarregou de montá-la, adicionar os captadores, cordas, a parte elétrica e fazer os ajustes finais, além de aplicar algumas poucas correções.

Tudo pronto, restava soltá-la na mão de quem entende do assunto. Ela foi solta na mão de Brad Delson, guitarrista do Linkin Park que não só ficou impressionado com a guitarra em si, mas aprovou sua sonoridade. De fato, todo mundo que a testou adorou:

ErnestPackaging — Ernest's Cardboard Guitar Strikes a Chord

Como se não bastasse, a Custom Cardboard Stratocaster (ou seja, não é bem uma Fender, ganhou status de linha alternativa) recebeu um certificado de autenticidade pela Fender, só concedida a seus produtos oficiais:

cardboard-stratocaster-certificate

Particularmente eu acho o projeto sensacional, mas ainda não supera o que um garoto de 16 anos e seu pai fizeram na garagem de casa em meados dos anos 1960: sem ter como comprar uma Fender ou uma Gibson, sejam originais ou réplicas os dois partiram para o faça você mesmo, utilizando material reciclado, mogno de uma lareira velha para o braço, carvalho de uma mesa para o corpo, peças feitas no torno de casa e uma alavanca com uma agulha de tricô, sem falar no design único que confere uma sonoridade ímpar. A guitarra, originalmente chamada Old Lady e hoje conhecida como Red Special é notadamente um ícone do rock.

O nome do figura? Brian May, guitarrista do Queen, astrofísico e nome de asteroide nas horas vagas.

brian-may-red-special

A Red Special está aí, firme e forte há 50 anos. Vamos ver quanto tempo papelão aguenta.

Fonte: Mail Online.

relacionados


Comentários