Home » Games » Indústria » Ex-Rare fala sobre transformação da empresa num estúdio casual

Ex-Rare fala sobre transformação da empresa num estúdio casual

Ex-funcionário da Rare diz que a culpa do estúdio ter passado a focar nos jogos casuais não é da Microsoft e sim da própria desenvolvedora.

4 anos atrás

kinect-sports

Devido ao excelente trabalho que fez nas plataformas da Nintendo, durante a década de 90 a Rare foi uma desenvolvedora extremamente admirada por uma enorme quantidade de pessoas e tudo ia muito bem, até que em 2002 a companhia inglesa anunciou que estava sendo adquirida pela Microsoft.

Aquilo que muitos temiam infelizmente aconteceu, com o estúdio pouco a pouco perdendo a maior parte de seu brilhantismo, mas se você sempre achou que a culpa por essa mudança de postura merecesse ser creditada à fabricante do Xbox, talvez seja uma boa ideia voltar suas metralhadoras para outra direção.

Quem falou sobre essa transformação num estúdio dito como casual foi Gavin Price, hoje diretor na Playtonic e ex-funcionário da Rare que revelou que ninguém mais do que o próprio pessoal da desenvolvedora teve responsabilidade nisso.

O Phil Spencer ter assumido o manto do Xbox foi uma das melhores coisas que poderiam ter acontecido para a Rare, porque ele sempre disse para o pessoal da Rare: ‘façam o que vocês quiserem fazer e nós os apoiaremos’. E ele sempre se manteve fiel a essas palavras neste sentido. Foi o pessoal da gerencia da Rare na época que disse: ‘bem, o Kinect é uma grande oportunidade para o estúdio — vão com tudo nele’. Então, quando executivos da Microsoft viram que a equipe de gerenciamento estava apaixonada pelo o que estava fazendo, eles apoiaram.

 

Toda companhia comete erros e as pessoas esquecem certas companhias mais do que outras. Todos nós amamos tanto a Nintendo que esquecemos qualquer coisa que eles façam. Nós sempre os esquecemos no dia seguinte ao lançamento de um Zelda. Todo mundo gosta de criar essa narrativa de que a Microsoft é demoníaca, mas não neste caso — eles deram todo suporte.”

Na longa entrevista concedida ao site Eurogamer, Price e Chris Sutherland revelam diversos detalhes sobre o desenvolvimento de jogos para o sensor de movimentos do Xbox 360, como exemplo a intenção de fazer com que o Kinect Sports fosse mais complexo e que num determinado momento chegou a existir a possibilidade do acessório contar com controles parecidos com os do Wii, mas que como sabemos, a ideia foi deixada de lado.

Sobre a culpa ou não da Microsoft na descaraterização da Rare, esta não é a primeira vez que ouτo algum profissional que trabalhou num dos estúdios da empresa dizendo que ela pouco interfere na criação de games, mas como as pessoas parecem sentir uma vontade quase incontrolável de transformar grandes companhias em vilões…

relacionados


Comentários