Home » Microsoft » Microsoft continua forçando updates do Windows 10

Microsoft continua forçando updates do Windows 10

Em estratégia para atrair mais usuários ao Windows 10, Microsoft sugere que usuários das versões 7, 8 e 8.1 não têm opção a não ser migrar para o novo SO

4 anos atrás

microsoft-caveat-emptor

A Microsoft está conseguindo queimar lindamente o filme do Windows 10 no quesito atualizações automáticas. A notificação para update introduzida através do utilitário GWX, que muita gente considerou invasivo foi a primeira medida. Depois do lançamento Redmond começou a empurrar o sistema de diversas formas, desde downloads não autorizados a execuções "acidentais" do utilitário de atualização, marcando previamente a opção no Windows Update.

A última só põe mais lenha na fogueira: a Microsoft agora está exibindo notificações dando a entender que o usuário não tem escolha a não ser migrar para o Windows 10, o que não é bem verdade mas não alivia a barra da empresa.

Antes de mais nada, a origem do rolo:

windows-10-update

Uma nova notificação de atualização do Windows Update nas versões 7 e 8.1 mostra ao usuário apenas duas opções: "atualizar agora" e "atualizar esta noite", dando a entender que ele não tem outra opção a não ser abaixar a cabeça e entubar o update, sem vaselina. Só que não é bem assim. Há a opção de simplesmente fechar a janela ou clicar na seta à direita, passeando pelas várias páginas da notificação. Em uma delas há a opção de não instalar nada mas de novo, a forma como a Microsoft está abordando aos usuários busca induzir no consumidor a ideia de que o update passou a ser obrigatório, e esse não é um método muito leal de fazer as coisas.

A gente reconhece que o Windows 10 é um bom SO, mas são essas decisões de Redmond que estão minando a imagem do serviço, a percepção pública é de que a Microsoft não está contente com a grande quantidade de usuários conquistados em pouco tempo, e quer mais do que depressa se livrar do Windows 7, 8 e 8.1; para isso está se valendo de métodos sujos para ludibriar o consumidor.

A gente comemorou o update gratuito para as versões mais recentes, mas agora questionamos se valeu a pena ter a empresa enchendo o saco o tempo todo para atualizar o sistema. Para muitos a resposta é não.

Fonte: InfoWorld.

relacionados


Comentários