Home » Internet » Adivinha quem quer fechar a internet para combater o ISIS? Ele mesmo, Donald Trump

Adivinha quem quer fechar a internet para combater o ISIS? Ele mesmo, Donald Trump

Donald Trump falando (mais) besteira: aspirante a presidente sugere bloquear a internet nos EUA para evitar que membros do ISIS recrutem cidadãos do país

4 anos atrás

donald-trump

Pouco tempo atrás vimos o que o congressista Joe Barton, um maluco com cérebro de passarinho (o que parece ser pré-requisito entre os membros do partido republicano dos EUA) deu como sugestão genial para combater o cyberterrorismo praticado pelo ISIS e outras células contra o país: a fim de dificultar o recrutamento e a comunicação entre os membros o político sugeriu que o FCC atuasse como um censor, com poderes para fechar a internet.

Claro que não deu em nada mas como comentei na ocasião, não demoraria para vermos outro pinel dar a exata mesma sugestão. E sem muita surpresa a ideia foi absorvida pelo baluarte da democracia americana e aspirante a presidente Donald Trump.

O megaempresário já é alvo de inúmeras críticas a respeito de suas opiniões nada populares sobre que rumos os EUA tomariam sob seu comando. A última que levantou protestos gerais foi sua ideia “jeneal” de banir e/ou limitar o acesso os muçulmanos do país, fora sua opinião sobre os imigrantes latinos que também não é muito diferente. O que chega a ser engraçado, considerando que o país foi formado por imigrantes. Ou o Trump é um navajo e eu não sei.

Todo mundo odeia o topetudo. A internet chegou a comparar Trump com Voldemort, algo que J.K. Rowling não gostou, afirmando que o cara de cobra: “nem de longe era tão mau”. Jeff Bezos, outro dos desafetos de Trump (que o acusa de sonegador de impostos e caluniador, após o Washington Post publicar um artigo o ridicularizando) propôs manda-lo para o espaço, mas o que tudo indica infelizmente com passagem de volta.

Pois bem: tendo em vista os desdobramentos em torno dos ataques do ISIS a Paris e a facilidade que o grupo terrorista tem em levantar fundos e recrutar membros pela internet (não que isso funcione sempre), Trump deu a seguinte ideia: a rede deveria ser controlada nos EUA de modo a impedir o acesso por terroristas, mesmo que isso signifique fechá-la em alguns lugares. Acompanhe o vídeo abaixo com a sugestão insana a partir de 22:53:

https://www.youtube.com/watch?v=1Od9Bdfadvc&feature=youtu.be&t=1373News Universe — LIVE Donald Trump Pearl Harbor Day Rally at the USS Yorktown South Carolina , December 7, 2015

O mais legal disso tudo é que Trump sugere que a internet seja controlada, mas não faz a melhor ideia de como isso funcionaria. Daí a ideia de enfiar Bill Gates no rolo, ainda que ele não tenha nenhum controle sobre a rede (ok, ele escreveu aquela famosa carta em 1995 mencionando que a internet era o futuro, e mudou os rumos da Microsoft, mas uma coisa nada tem a ver com a outra, mas até aí…). Ah, Trump também mencionou sobre a carta de censura que eventualmente usarão contra ele, chamando todos os que reclamam de liberdade de expressão de idiotas. Sem papas na língua.

O pior de tudo? Tem quem vote nesse cara.

O hilário dessa história é Trump achar que a internet se resolve fechando uma porta, como se fosse algo extremamente simples. O fato dele querer que Gates e outros resolvam o problema por ele (quem mais ele chamaria? Tim Cook? Mark Zuckerberg? Marissa Mayer? Eric Schmidt? Não duvido) só demonstra que ele, como todo bom político não entende nada do que propõe, só quer que seja resolvido. Igual acontece aqui de vez em quando.

Minha única preocupação é que com um aspirante a candidato à presidência dos EUA defendendo o bloqueio da internet para combater o ISIS, essa ideia exdrúxula acabe ganhando mais força.

Fonte: Ars Technica.

relacionados


Comentários