Home » Meio Bit » Indústria » Dica pro Temer: o Correio dos EUA escaneia suas cartas. Ou quase.

Dica pro Temer: o Correio dos EUA escaneia suas cartas. Ou quase.

O Correio dos EUA está num perrengue no nível do brasileiro, e as soluções para se manter relevante e rentável são igualmente tétricas. Agora resolveram “inovar” disponibilizando para os usuários a imagem escaneada dos envelopes que estão em trânsito.

3 anos atrás

Postal_workers

No mundo inteiro correios estão em crise. Mesmo sendo basicamente monopólios, quando ninguém mais manda cartas fica difícil manter as contas em dia. Apelar para novas tecnologias não adianta quando você é um dinossauro lento: no Brasil, o Correio começou a mandar fax quando ninguém mais usava.

Hoje correio serve basicamente para entregar encomendas de pão-duros que não peço via transportadora, e pra trazer más-notícias. Rigorosamente nada de bom chega via Correio, só conta, telegrama com morte de parente pobre, segunda-via de conta…

O Correio dos EUA está no mesmo barco, mas pelo visto vai afundar. A idéia mais recente para permanecer relevante é algo que não faz o menor sentido, no máximo daria à Dilma algumas horas de tempo para se planejar: é uma ferramenta que avisa das cartas que você vai receber.

circleScan

Não, eles não abrem as cartas, escaneiam o conteúdo e enviam. Isso seria útil. A idéia é que, na unidade de processamento a frente dos envelopes seja fotografada e isso disponibilizado em um site. Você acessa e vê o que está “em trânsito”.

Melhor ainda: se a carta não estiver no formato americano, com remetente no canto superior esquerdo, nem de quem é você saberá, só escaneiam a frente do envelope.

Esse serviço é gratuito e vale cada centavo de seu preço.

Fonte: USPS.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários