Home » Indústria » Andy Rubin quer voltar a brincar com smartphones

Andy Rubin quer voltar a brincar com smartphones

Andy Rubin, o pai do Android está interessado em voltar o mundo dos smartphones; engenheiro já estaria contratando funcionários para uma fabricante própria

4 anos atrás

andy-rubin

Todo mundo conhece o Android, mas nem todos sabem quem foi a mente por trás de sua criação. Andy Rubin, engenheiro de software e cientista da computação que já trabalhou com a Apple e a Microsoft desenvolveu nos meados dos anos 2000 um sistema originalmente voltado para câmeras fotográficas, que foi movido para dispositivos móveis quando a Android Inc. foi comprada pelo Google em 2005.

Dois anos atrás Rubin deixou o comando do Android para se dedicar à sua paixão, a robótica. Entretanto isso não durou, e no ano passado ele enfim saiu de Mountain View para montar uma incubadora de hardware. Só que como Rubin é aparentemente inquieto ele quer voltar a colocar a mão na massa dos smartphones.

Em entrevista ao The Information, Rubin disse que quer de fato voltar a atuar no mercado de telefonia móvel, mas desta vez não está interessado em software: sua meta é lançar um novo dispositivo inovador, que traga novidades significativas para o segmento. Considerando seu vasto conhecimento no setor não é algo do queal duvidemos que ele seja capaz, mas ele conseguiria se destacar num mercado tão concorrido onde gigantes como Apple, Samsung e Microsoft batem cabeça?

A entrada de empresas asiáticas menores como Huawei, Xiaomi e outras no setor também não facilitam as coisas para o seu lado. Temos que lembrar também que o Google pretende desenvolver ela mesma seus smartphones e pronto, temos um cenário desfavorável para mais um fabricante de Android.

Ou talvez não seja esse o caso. Rubin não deixou claro se pretende desenvolver aparelhos para o sistema operacional do Google, ou se espera trabalhar com outra companhia — Microsoft, talvez. É também possível, embora altamente improvável que o engenheiro esteja pensando em lançar um fork do robozinho próprio ou mesmo em um SO totalmente à parte, para fazer companhia ao Tizen, Sailfish OS e outros que dão ponto de audiência.

Bom, resta esperar para ver o que Rubin pretende com isso. De um coisa sabemos, ele é um profissional altamente capaz e que pode trazer novos ares para o mercado de smartphones, dependendo de com quem ele resolver andar lado a lado.

Fonte: The Information (paywall).

relacionados


Comentários