Home » Internet » WhatsApp (ou melhor, o Facebook) não quer que você use o Telegram

WhatsApp (ou melhor, o Facebook) não quer que você use o Telegram

Não é só o Tsu que Zuckerberg odeia: WhatsApp está bloqueando qualquer tipo de link que redirecione o usuário mobile para o Telegram

4 anos atrás

whatsapp-teste

Mark Zuckerberg não sabe lidar muito bem com a concorrência. Em tempos de Web 2.0 redes sociais rivais não vêm problemas em compartilhar links de um ou outro serviço, mas para o dono do Facebook isso é pecado mortal. Se não pode vencê-los ou compra-los, a ordem é mata-los de fome e não fazer nenhum tipo de referência.

Foi assim com o Tsu, uma rede social que tal qual o Ello pouca gente ouviu falar quando foi lançada, mas caiu na roda quando o Facebook e serviços agregados o baniram completamente. Agora a história se repete, tendo o WhatsApp e seu principal oponente, o Telegram como protagonistas.

Diversos usuários no Reddit começaram a relatam nesta segunda-feira que o WhatsApp começou do nada a quebrar links postados pelos usuários que redirecionem para o Telegram. Eles ainda aparecem como mensagens mas não redirecionam para lugar nenhum. Isso teria sido disparado após updates recentes para as versões mobile.

A percepção pelos usuários não parece uniforme. No Android os links são quebrados, já no iOS usuários relatam que não conseguem sequer ver as mensagens com links do Telegram enviadas. Entretanto tudo leva a crer que o “feature” ainda não seja universal por nem todo mundo ter atualizado o WhatsApp.

Resolvi rodar eu mesmo o teste. Mandei os ditos links acima para um grupo e de fato eles foram quebrados, e fui impedido até mesmo de copiar as mensagens para colá-las no navegador, o que deve ser estendido a todos que receberam as mensagens. Curiosamente os links continuam ativos na versão web, mas isso não deve durar.

Contatado pelo site The Verge, um engenheiro do Telegram confirmou que o WhatsApp está de fato aplicando uma espécie de censura em links do mensageiro instantâneo concorrente. Um porta-voz da startup disse que eles não estão preocupados com o bloqueio e francamente nem deveriam, o Telegram está conquistando usuários por mérito próprio ou por fatores externos, e não precisa de uma forcinha do WhatsApp para isso. Como de costume, ninguém do WhatsApp ou do Facebook comentou sobre o assunto.

Meus dois centavos: o Facebook está jogando sujo para evitar que um rival roube seus usuários e como ocorreu com o Tsu, isso só vai aumentar a curiosidade dos usuários em mais um belo caso de Efeito Streisand. Antes deixassem quieto, quem não se incomoda com o WhatsApp nem tentaria o Telegram, sob o risco de gostar e não voltar. Agora aguentem.

relacionados


Comentários