Home » Meio Bit » Análise » HD Western Digital WD Black 4 TB — Review

HD Western Digital WD Black 4 TB — Review

Após utilizar o WD Black 4 TB por vários dias e realizar alguns testes nele, pude verificar que o disco rígido da Western Digital conseguiu melhorar o desempenho até do meu computadorzinho velho de guerra. Saiba os detalhes no review.

3 anos e meio atrás

wd-black

Eu só fui ter o meu primeiro computador bem tarde, lá por volta de 1998 e embora eu não lembre exatamente o HD que ele possuía, arriscaria dizer que não era muito maior do que 1 GB. Sim, naquela época não precisávamos de muito para rodar um Windows 98, mas ainda assim me recordo que não demorou muito para investir em um disco maior. Nascia ali uma fome quase insaciável por mais espaço para armazenamento.

Desde então eu já tive inúmeros HDs, chegando ao ponto do meu computador abrigar cinco deles, mas como todos somados forneciam apenas poucos mais de 1 TB e com o tamanho dos jogos ficando cada vez maior, passando até mesmo dos 50 GB, eu precisava de um que oferecesse espaço de sobra. Pois é aí que entra o Western Digital WD Black 4 TB e após alguns dias brincando com esse disco, gostaria de falar um pouco sobre ele.

Especificações técnicas

wd-black-4-tbContando com 64 MB de cache e uma velocidade de 7.200 RPM, os HDs Black fazem parte de uma linha intermediária da Western Digital, não tão lentos quanto os da família Green (5.400 RPM), mas também não tão rápidos quanto os VelociRaptors (10.000 RPM) — com a vantagem dos Blacks estarem disponíveis em capacidades bem maiores, além de contarem com um processador dual-core que visa aumentar o desempenho principalmente quando se trata de arquivos maiores.

Devido a essas características e por a fabricante oferecer cinco anos de garantia, o que eles alegam ser possível graças ao maior rigor nos testes a que são submetidos os WD Black e a utilização da tecnologia StableTrac, esses discos costumam ser indicados para pessoas que trabalham com a manipulação de arquivos grandes, sejam elas fotógrafos, artistas digitais ou editores de vídeos, assim como gamers, mesmo porque eles possuem a fama de serem mais rápidos do que dispositivos mais “simples”.

Os testes

Contudo, será que esta maior velocidade seria mesmo sentida na prática? Bom, resolvi fazer alguns testes básicos para tirar esta dúvida e antes de apresentar os resultados eu preciso fazer duas ressalvas. A primeira delas é que por se tratar de um computador com uma placa-mãe antiga (Asus M4A78-EM, com entradas SATA II), infelizmente eu não consegui tirar tudo o que o WD Black 4 TB teria a oferecer. O outro ponto a ser levado em consideração é que eu não tinha em mãos um HD semelhante para fazer a comparação, então tive que aproveitar os que já estavam no meu computador.

Isso posto, utilizei o programa AS SSD Benchmark para fazer as medições e caso você não esteja familiarizado com os pontos analisados por ele, segue uma breve explicação:

  • SEQ: são as operações de leitura e escritas feitas sequencialmente, como em filmes, músicas, etc.
  • 4K: aqui são calculados operações de maneira não-ordenada em blocos de 4K, algo que pode acelerar bastante a inicialização do sistema operacional, por exemplo.
  • 4K-64Thrd: medida importante para servidores, pois calcula a leitura e escrita de 64 arquivos paralelamente.
  • Acc.time: ao contrário dos demais pontos, aqui quanto menor o valor, melhor, pois é o tempo que o disco leva para ler e escrever um arquivo.

 
Explicações feitas, abaixo deixarei os testes realizados em dois Samsungs HD320KJ (ambos também com 7.200 RPM), onde vocês poderão perceber que o desempenho deles foi bastante parecido.

hds-samsung

Agora vamos aos números obtidos pelo WD Black 4 TB e só como curiosidade, deixarei também o resultado alcançado pelo meu SSD Kingston V300 de 120 GB.

wd-black-x-ssd

Como podem ver, no geral o HD da Western Digital teve um desempenho quase duas vezes superior aos Samsungs quando se trata da velocidade de leitura e escrita, justificando assim as promessas de que ele é uma ótima opção para quem procura um dispositivo de armazenamento rápido, mas que não está disputo a investir pesado num SSD ou precisa de bastante espaço para armazenamento.

Conclusão

Mesmo com uma máquina desfasada e utilizando um programa mais indicado para testar SSDs, acho que os números servem para mostrar que toda a tecnologia utilizada na fabricação do WD Black 4 TB faz dele um dispositivo realmente melhor preparado para os dias atuais e capaz de fazer com que a utilização do computador se torne bem mais dinâmica.

É verdade que esse desempenho melhorará consideravelmente em computadores mais modernos, mas a minha intenção era falar sobre como este HD tornou minha máquina mais rápida, mesmo porque sempre acreditei que o que vale mesmo é sabermos como uma peça nova se comporta na nossa máquina, não em testes em supercomputadores em ambientes controlados.

Além disso, é muito bom saber que por um bom tempo não terei que me preocupar com a falta de espaço, pois mesmo tendo instalado nele muito mais jogos do que precisava ter à mão,ainda poderei guardar meus filmes, fotos e qualquer arquivo que desejar. Sem falar que junto com o SSD que utilizo apenas para o sistema operacional, consegui a maior velocidade que o meu computador velho de guerra pode oferecer.

Em resumo, o WD Black é um excelente HD e se você acha que os 4 TB não são suficiente para as suas necessidades, saiba que a linha ainda conta com versões de 5 TB e 6 TB, sendo que nestas o cache será de impressionantes 128 MB.

Update: acabei esquecendo de mencionar o preço do HD, mas saiba que um WD Black 4 TB deste está saindo em média por R$ 1.200.

WD Black Hard Drives - Overview

relacionados


Comentários