Home » Mobile » Chronos, o disquinho que transforma seu relógio em smartwatch

Chronos, o disquinho que transforma seu relógio em smartwatch

Uma startup californiana lança o Chronos, um disquinho metálico que promete transformar seu relógio em um smartwatch!

4 anos atrás

Laguna_Chronos_brown_watch

Chronos transforma seu relógio analógico em smartwatch (crédito: Chronos)

O primeiro smartwatch a surgir no mercado foi provavelmente o HP-01, em 1977. Ele não passava de uma cara calculadora em miniatura que mostrava as horas.

O atual conceito de smartwatch ainda está sendo construído: de um lado você tem o Pebble; de outro o Android Wear com LG G Watch R, Moto 360, Gear S2 e ZenWatch 2; correndo por fora temos os esportivos Mi Band e Microsoft Band; e, vendendo mais que todos os citados, temos o Apple Watch. Na opinião do tio Laguna, nenhum disse a que veio, especialmente o mais vendido deles.

Não sei vocês, mas não quero ser early-adopter de um acessório caro e que será ultrapassado rapidamente. Talvez pensando em nós, que ainda utilizamos relógio analógico, uma startup californiana anunciou na quinta-feira (05/11) o Chronos.

Laguna_Chronos_202

O Chronos é um disco de aço inoxidável de 33 mm de diâmetro (e 3 mm de espessura) que gruda na parte de trás de oitenta por cento dos relógios e transforma seu relógio atual em um smartwatch. Um smartwatch limitado, capaz somente de mostrar notificações pelos seus LEDs RGB laterais e vibração. Qualquer coisa, para ter alguma discrição, dá para desativar os LEDs e ficar só na vibração (uy).

O corpo metálico é à prova d'água e o Chronos possui acelerômetro, então teríamos a possibilidade de aplicativos fitness o utilizarem.

Como o Chronos não possui tela própria, podemos acreditar na autonomia de 36 h e a bateria é recarregada por indução. A conectividade do acessório é somente Bluetooth 4.0: limitada a smartphones Android e iOS, deixa a meia-dúzia de usuários do Windows Phone e BlackBerry OS a ver navios.

Lançamento oficial na primavera de 2016 (hemisfério norte).

Preço?

129 dólares, mas a pré-venda o disponibiliza desde já por 99 dólares. Mesmo com o desconto, isso é beeem mais caro que meu Orient PPIM-195.

Fontes: Time e The Next Web.

relacionados


Comentários