Home » Ciência » Maior parque eólico flutuante do mundo será construído na costa escocesa

Maior parque eólico flutuante do mundo será construído na costa escocesa

Projeto na Escócia pretende ter o maior parque eólico flutuante do mundo, superando em muito o do Japão. Veja porque é possível e como funciona isso.

4 anos atrás

Laguna_offshore_windpower_peq

A costa litorânea é o melhor lugar para um parque eólico (crédito: Engadget)

Historicamente, a maior fonte de energia do Reino Unido foi o carvão mineral, recurso natural abundante que favoreceu a Revolução Industrial. Atualmente o carvão mineral é responsável por fornecer um terço da energia elétrica para os lares britânicos. Os outros dois terços vêm praticamente de combustíveis fósseis.

Não é muito saudável depender tanto de recursos naturais não-renováveis, então a Grã Bretanha é um excelente mercado para energias mais limpas, como a energia nuclear ou mesmo a energia eólica. Como o arquipélago não tem muito espaço e o parlamento acabou com os subsídios em terra, o jeito é apelar para projetos na costa litorânea (offshore).

Um dos atuais grandes projetos é o da dinamarquesa DONG Energy, que pretende em 2018 instalar um parque eólico de 660 MW funcionando na região norte do Mar da Irlanda, a 19 km da costa de Cumbria. Tal parque eólico será constituído por 40 aerogeradores da MHI Vestas Offshore Wind (8 MW cada) e outras 47 turbinas eólicas da Siemens (7 MW cada).

No caso do parque eólico da DONG, temos clássicos aerogeradores fixos no solo marinho. Para um menor impacto ambiental, em outro projeto a norueguesa Statoil pretende instalar o maior parque eólico flutuante do mundo na costa escocesa.

Statoilasa — THE HYWIND® INSTALLATION CHALLENGE

O parque eólico flutuante da Statoil funciona assim: cada aerogerador flutua como uma plataforma petrolífera e é ancorado por três cabos, este sim presos ao solo marinho. Em tal configuração, a instalação é mais fácil e rápida em regiões do oceano com águas mais profundas.

A empresa norueguesa pretende instalar 5 turbinas de 6 MW a 25 km da costa de Peterhead, Escócia, algo que supera em muito a capacidade do parque eólico japonês do mesmo tipo: um único aerogerador flutuante de 7 MW ancorado a 23 km da costa de Fukushima.

Laguna_Hywind_Statoil_turbine

Perceba que a maior parte do aerogerador flutuante fica submersa (crédito: Forbes)

A Statoil promete que o parque eólico flutuante escocês gerará 135 GWh/ano, ou seja: fator de capacidade de 50%. Nada mau, pois a ideia é reduzir o custo da energia eólica para valores abaixo das £ 100/MWh.

Fonte: Engadget.

relacionados


Comentários