Home » Hardware e periféricos » Startups agora poderão customizar o Raspberry Pi

Startups agora poderão customizar o Raspberry Pi

Programa de customização permitirá que startups e OEMs personalizem o Raspberry Pi em compras de grandes quantidades do pequeno computador

4 anos atrás

raspberry-pi

Apresentado em 2012, o Raspberry Pi é um produto excelente para devs, entusiastas e educadores: um computador diminuto e de baixo custo (só US$ 35) que flexibilizou o desenvolvimento e viabilizou inúmeros projetos, além de agora contar com suporte gratuito ao Windows 10 já que a Microsoft enxergou seu potencial.

Ainda assim há quem gostaria que seu hardware fosse um pouco mais personalizável. Embora não faça sentido para usuários individuais é algo que seria muito útil para startups, e pensando neles a element14, a manufatura dos pequenos computadores abriu um programa de customização do Raspberry Pi.

O serviço foi introduzido na última semana e é voltado principalmente para OEMs, já que o feature depende de aquisições em grandes volumes do Raspberry Pi. A partir de pedidos de 3 mil até 5 mil unidades, dependendo da natureza do projeto (a empresa irá avaliar caso a caso) as startups poderão contar com placas-mãe de layout personalizado, adição ou remoção de conectores, leitores ou interfaces, adicionar funcionalidades como novos sensores e unidades de I/O, entre outras coisas.

Assim, o pessoal da element14 espera que o Raspberry Pi se torne um produto mais adequado a empresas, que poderão adotar o diminuto PC em larga escala e adequá-lo a suas particularidades específicas. A empresa diz que cada proposta levará até três semanas para ser avaliada e o preço final por unidade dependerá do nível de customização solicitado, indicando que eles não estão para brincadeira.

Assim, considerando que o Raspberry Pi já é um sucesso individualmente, caso ele seja adotado por OEMs e startups é bem possível que vejamos um novo mercado com computadores pequenos, baratos e funcionais se tornando cada vez mais populares, fazendo com que ele saia do nicho de devs e entusiastas e chegue ao consumidor final, o que é bom para todos.

Fonte: element14.

relacionados


Comentários