Home » Games » Ex-Criterion estão trabalhando em sucessor espiritual do Burnout

Ex-Criterion estão trabalhando em sucessor espiritual do Burnout

para a alegria dos fãs, fundadores da Criterion Games utilizam o Twitter para revelar que estão trabalhando num sucessor espiritual da série Burnout.

4 anos e meio atrás

burnout-dominator

Esta semana os fãs tiveram uma bela decepção ao saberem que a Criterion Games não pretende relançar os jogos da série Burnout para os consoles da nova geração, mas mesmo não sendo exatamente da maneira como esperávamos, eis que surge uma luz no fim do túnel.

A possibilidade de podermos jogar algo parecido com os antigos Burnouts apareceu na conta do Twitter da Three Fields Entertainment, desenvolvedora fundada por Alex Ward e Fiona Sperry e que caso não saiba, são justamente aqueles que criaram a Criterion e a sua principal franquia.

Que tipo de jogo de corrida vocês querem? Um sucessor espiritual. Velocidade. Tráfego e acidentes. Muitos e muitos acidentes. #ShinyRedSomething,” instigou a dupla pelo serviço, para depois soltar o seguinte: “Sucessor espiritual de qual deles? O segundo, o terceiro ou o quarto?

Para não deixar dúvidas de que eles estão realmente se referindo ao Burnout, a hashtag citada por eles é uma clara alusão ao primeiro capítulo da franquia, já que durante a sua fase de produção ele era conhecido como Shiny Red Car. Repare também que eles não citam o quinto jogo da série, que seria o Burnout Paradise e que mudou bastante o estilo ao se passar num mundo aberto.

Porém, o lançamento de tal game ainda deverá demorar bastante para acontecer, pois além deles contarem com apenas nove pessoas na equipe, antes o estúdio pretende lançar um jogo de esportes que estão desenvolvendo e que por enquanto praticamente não conhecemos detalhes, apenas que ele deverá ser lançado no ano que vem.

Por se tratar de pessoas que conhecem bastante a franquia e que deixaram a Criterion porque não estavam satisfeitas com a forma como a EA estava lhes tratando, será muito legal ver o que eles poderão entregar com a liberdade criativa que possuem atualmente e apesar de se tratar de uma empresa pequena, o financiamento coletivo poderá muito bem lhes dar uma bela força.

relacionados


Comentários