Home » [none] » Mac Pro — MB Review #006: o belo e potente computador da Apple

Mac Pro — MB Review #006: o belo e potente computador da Apple

O MB Review testou o Mac Pro, o computador para profissionais da Apple. Lançado em 2013, ele até hoje tem um ótimo desempenho, apesar de custar muito caro. Assista ao vídeo e leia o review completo no MB!

4 anos atrás

mac_pro_frente2

O MB Review testou o Mac Pro da Apple, um computador que é um verdadeiro exagero, mas no bom sentido (menos no preço). Estamos falando de um computador com duas placas gráficas e um SSD de 256 GB, feito sob medida para profissionais de várias áreas. O Mac Pro foi lançado no final de 2013 e não foi atualizado desde então, mas como a Intel lançou sua nova geração de processadores, podemos ter novidades em breve, ainda que com o mesmo design externo.

O design é tipicamente Apple, todo em alumínio cinza escuro (ou space gray, se preferir), e bonito o suficiente para ficar exposto em cima da mesa, nunca escondido debaixo dela. Ao contrário dos velhos modelos do Mac Pro, este é computador totalmente fechado, então se você pensa em colocar uma placa gráfica (ou qualquer outra placa), melhor escolher um PC, pois o Mac Pro foi pensado para ser autossuficiente, o que pode fazer sentido para muitos usuários.

Clique abaixo para ver nosso rápido review em vídeo, ou continue a ler abaixo.

Mac Pro — MB Review #6: o belo e potente computador da Apple

Desempenho

Mesmo não sendo um computador com os componentes mais recentes, o Mac Pro ainda consegue ser muito poderoso, o que pode ser testado na prática ao renderizar um vídeo ou trabalhar em um arquivo 3D, com uma diferença realmente absurda pro meu MacBook Air velho de guerra. Ele também é um excelente media center, e dá conta de ser um computador para trabalho e lazer sem o menor esforço.

O modelo que testamos é o com processador Intel Xeon E4 hexa-core de 3,5 GHz com 16 GB de RAM, SSD de 256 GB e duas placas gráficas AMD FirePro D500 com 3 GB de VRAM GDDR5. Outra opção é o modelo com processador Xeon E5 quad-core de 3,7 GHz com 12 GB de RAM (DDR3 de 1.866 MHz nos dois modelos) com placas gráficas AMD FirePro D300 com 2 GB de VRAM. Existem outras opções, mas você optar pela configuração máxima, escolhendo o processador de 12 core, 64 GB de RAM, GPUs FirePro D700 com 6 GB de VRAM e 1 TB de capacidade, o céu é literalmente o limite para o valor deste computador, mesmo com hardware de quase dois anos atrás.

Para quem ele é indicado

O Mac Pro é exclusivamente indicado para designers, editores de vídeo, músicos, cientistas, fotógrafos ou qualquer outro profissional que precise de muito desempenho pra realizar praticamente qualquer tarefa. Se você for um blogueiro e só trabalhar com texto, ou um planner que só lida com planilhas, não faz o menor sentido ter um computador como este, ele é para profissionais mesmo.

Com saída para até 3 monitores 4K, o Mac Pro possibilita rodar até 8 streams de vídeo 4K no Final Cut Pro para quem precisa trabalhar com vídeos Ultra HD, o que felizmente ainda não é o meu caso. Por falar no Final Cut Pro X, ele pode aproveitar ao máximo o desempenho do Mac Pro e das suas duas placas gráficas, e permite que você edite um vídeo 4K em tempo real, sem necessidade de renderização.

mac_pro_conectores

Para fotógrafos, o SSD importa as imagens até quatro vezes mais rápido do que o da geração anterior, segundo a Apple. As portas Thunderbolt 2 têm taxa de transferência de 20 Gb/s, e em cada uma das 6 portas do Mac Pro é possível conectar até seis periféricos, com um total de até 36 aparelhos ou dispositivos. O Mac Pro também conta com quatro portas USB 3.0, duas portas Gigabit Ethernet e uma HDMI 1.4. O Mac Pro já estava pronto para os dias de hoje quase dois anos atrás, e isto é realmente digno de aplausos, mas seu preço é de um produto novo e bem caro, diga-se de passagem.

Design

Pra quem estava acostumado com os antigos Mac Pros prateados, o design de apenas 25,1 cm de altura e 16,7 cm de diâmetro foi um choque, quando ele foi apresentado em 2013. Além de ser muito menor do que a velha torre prateada da Apple, seu design é um legítimo herdeiro de uma das melhores tradições da Apple, a de criar computadores que não se parecem com computadores. Se levarmos em conta que o design do modelo antigo do Mac Pro era inspirado no velho G5, vemos que o design da linha é feito para durar várias gerações.

mac_pro_topo

Haters gonna hate, e alguns dirão que ele se parece uma lixeira, mas eu realmente acho que é um dos computadores mais interessantes que eu já vi, desde a primeira vez, e eu pelo menos ainda não enjoei do Mac Pro. Ao ser aberto, o case revela a “alma” do Mac Pro, a tampa que cobre o núcleo térmico. Criado em uma única peça de alumínio, o núcleo faz o papel dos dissipadores e ventoinhas, desviando o fluxo de ar para longe do processador e das placas gráficas.

mb_review_macpro_por_dentro

O Mac Pro tem uma única ventoinha, que na verdade é grande o suficiente para ser chamada de ventilador, e que fica no topo, jogando o ar do núcleo térmico para cima e para fora do case. Além da eficiência na dissipação do calor, a Apple também reduziu o nível de ruído do novo computador. Os detalhes estão em todas as partes do Mac Pro, coisas simples e criativas, mas funcionais como a base circular, que foi feita para ser girada e facilitar o acesso a parte de trás. Quando o Mac Pro percebe o movimento, acende automaticamente uma luz que te ajuda a conectar os cabos nas portas.

mac_pro_frente

Preço

Além da sua idade, o ponto baixo do Mac Pro é seu alto preço, a partir de R$ 21 mil ou mais de R$ 27 mil pelo modelo com processador de seis núcleos e 16 GB de RAM. Em 2013, ele era bem mais barato, mas infelizmente o dólar subiu no telhado, e o custo do Mac Pro foi junto. Mesmo se esquecermos o hardware, seu próprio case feito em alumínio, já mostra que é um produto para poucos, tanto que ele já custa caro lá fora.

Para quem for usar ele pro trabalho, pode justificar o investimento, mas saiba que como ele foi lançado em 2013, em breve a Apple deve lançar uma futura versão do Mac Pro com o mesmo design, mas equipado com os processadores Xeon de arquitetura Skylake. Quem não quiser esperar, pode comprar agora no Submarino.

Saiba mais sobre o Mac Pro na Apple Brasil.

Leia mais sobre: , , , , , .

relacionados


Comentários