Home » Hardware e periféricos » Tudo sobre o keynote de Brian Krzanich no Intel Developer Forum 2015

Tudo sobre o keynote de Brian Krzanich no Intel Developer Forum 2015

O CEO da Intel, Brian Krzanich mostrou várias novidades interessantes em seu keynote de abertura no IDF (Intel Developer Forum), incluindo novidades na tecnologia RealSense, uma nova plataforma de software para o Intel Curie e a memória Intel Optane, baseada na tecnologia 3D XPoint.

4 anos atrás

apresentacao_intel_idf_3suposicoes

No seu keynote de abertura do Intel Developer Forum (IDF), o CEO da empresa, Brian Krzanich, apresentou várias novidades bem interessantes. O IDF é um evento anual da Intel, totalmente dedicado aos desenvolvedores, e o foco da apresentação não foi a nova linha de processadores Skylake, e sim o que Krzanich chamou de “três suposições” que trazem uma grande oportunidade para os desenvolvedores, além de um “universo de possibilidades”, para usar as suas palavras.

A primeira suposição é a “sensificação” da computação, incluindo a tecnologia de câmeras 3D RealSense, que permitem dar uma “visão humana” aos computadores e robôs, que assim podem se adaptar ao nosso ambiente.

Acreditamos que a indústria robótica está na beira de uma transformação”, disse o CEO. Para demonstrar as possibilidades, Krzanich recebeu no palco o simpático robô Relay, criado pela Savioke, que foi projetado para levar bebidas ou outros itens pedidos pelos clientes de um hotel de forma autônoma, se movendo e navegando sozinho, com a capacidade de desviar das pessoas ou obstáculos no seu caminho. Ao chegar no quarto, o robô faz a entrega abrindo seu compartimento superior.

apresentacao_intel_idf_realsense

Em uma parceria com o Google, a Intel também vai lançar kits RealSense com suporte ao Project Tango, levando recursos como navegação dentro de ambientes fechados, jogos em realidade virtual e scans em 3D para estes smartphones Android até o fim deste ano. Além do Project Tango, a tecnologia RealSense agora poderá ser usada no OS X, Linux, Scratch1, Unity, XSplit, OBS, Structure SDK, OSVR e Unreal Engine 4, abrindo inúmeras opções para os desenvolvedores. Para o CEO, “nunca houve uma melhor época para ser um desenvolvedor”.

Também foi mostrada uma câmera RealSense para gamers criada pela Razer em parceria com a Intel, que vai permitir a criação de gameplays de forma simples e rápida, sem a necessidade de usar uma tela verde. A câmera também pode ser usada para jogos em realidade virtual, e pode ser montada em computadores, headsets VR e outros aparelhos.

A segunda suposição de Brian Krzanich é a de que tudo está se tornando mais inteligente e conectado. O CEO diz que “a computação está se tornando cada vez mais pessoal, melhorando praticamente todos os aspectos da vida. Os computadores estão em nossas mesas, nas nossas mochilas, nas nossas roupas e nos nossos corpos. Eles não só estão se tornando cada vez mais inteligentes e conectados, mas estão ganhando sentidos e se tornando uma extensão de nós mesmos.”

A apresentação teve várias demonstrações práticas, como a de uma tecnologia pode salvar vidas, evitando que bebês sejam esquecidos no carro. Com o Baby Seat Clip da Nabi, um alarme é ativado no seu smartphone quando o usuário se afasta do carro, deixando seu herdeiro ou sua herdeira para trás.

apresentacao_intel_idf_curie

O CEO da Intel também mostrou uma nova plataforma de software para o pequeno módulo Curie com novos SDKs, aumentando a rapidez e facilidade no desenvolvimento para wearables (com suporte a iOS e Android). Mesmo sendo tão compacto, o Curie tem processador Quark, hub para sensores de movimento como acelerômetro e giroscópio e Bluetooth com baixo consumo de energia, permitindo uma identificação rápida e simples das ações e movimentos.

Um bom exemplo do que podemos fazer é usar o Curie para digitalizar esportes, levando-os para o mundo digital”, disse Krzanich. Para demonstrar a capacidade do novo software, foi feita uma demonstração de uma bike BMX equipada com o Curie fazendo manobras radicais no palco para avaliar todos os detalhes do desempenho do atleta, incluindo estatísticas como a altura atingida na manobra, o tempo em que o ciclista permaneceu no ar, o ângulo da bicicleta, além da velocidade do impacto no solo.

Outro ponto da apresentação de Krzanich foi a segurança na Internet of Things (IoT), e o padrão de identificação e privacidade da Intel, a tecnologia EPID — Enhanced Privacy ID. Ele também mostrou uma solução para aumentar a segurança da computação wearable, como a autenticação de senhas corporativas através de uma pulseira de segurança criada pela Intel. que desbloqueia o computador quando a pessoa se aproxima dele. Se a pulseira for removida, é preciso autenticar novamente, assim a segurança está garantida.

Brian Krzanich apresentou o novo concurso da Intel, o America’s Greatest Makers, produzido pelo CEO da United Artists Media Group, Mark Burnett, e que vai oferecer 1 milhão de dólares em prêmios para desenvolvedores que criarem soluções com o Intel Curie.

apresentacao_intel_idf_optane

Outra novidade muito bem-vinda foi o Intel Optane, baseada na tecnologia de memória não-volátil 3D XPoint, anunciada no mês passado. Com a Optane, é possível ter aparelhos de 5 a 7 vezes mais rápidos que o SSD mais rápido do mercado, que já era cerca de 1.000 vezes mais rápido que um disco rígido. A tecnologia Intel Optane chegará ao mercado em SSDs no ano que vem, mas a Intel ainda não disse em que mês.

Para mostrar outras coisas que a Intel está planejando para o futuro, foi mostrado um protótipo de um monitor criado pelo Intel Labs que funciona sem que você precise tocar na tela, com um sensor que permite que você selecione e pressione ícones no ar, com direito a um feedback háptico. Antes de terminar, Krzanich ainda fez uma demonstração com aranhas robóticas controladas por uma pulseira.

Aguarde outras novidades da Intel nos próximos posts.

O MB viajou para a IDF 2015 a convite da Intel.

relacionados


Comentários