Home » Mobile » YouTube: nova interface e fim das "301+ visualizações"

YouTube: nova interface e fim das "301+ visualizações"

YouTube com novidades: visual renovado em desktops e fim do problema das "301+ visualizações"

5 anos atrás

youtube

O Google implementou algumas novidades interessantes no YouTube nos últimos dias. A primeira, mais facilmente perceptível é a mudança da interface. A segunda, mais sutil é o fim da chata mensagem que exibia “301+ visualizações” em vídeos recentes.

Vamos falar da mais óbvia primeiro. A nova aparência do player de vídeo foi anunciada em janeiro, sendo liberada aos pouquinhos para os usuários como é de praxe. O visual remete ao tema utilizado hoje em dispositivos móveis, com controles transparentes que permitem uma visualização completa da área do vídeo, não mais comendo alguns pixels como na versão antiga.

Os botões estão ligeiramente maiores e a barra de progresso ficou um pouco mais fina, aumentando de tamanho ao passar o mouse sobre ela. No mais, as mudanças são apenas estéticas a fim de dar mais destaque para o vídeo em si, e não para os controles.

A segunda mudança é um pouco mais substancial. Até pouco tempo atrás quando você subia um vídeo novo no YouTube, em um determinado momento a contagem de visualizações era congelada, ficando um bom tempo presa nas “301+ visualizações. A partir de agora, isso não vai mais acontecer.

O Google explicou, através de uma imagem compartilhada no Twitter porque isso ocorria. Como sabemos, o Google paga (ninharia, mas paga) YouTubers populares, empresas e artistas de acordo com a quantidade de visualizações que o vídeo recebe. Só que como o mundo está cheio de espertos é preciso se precaver contra aqueles que se valem de esquemas: quando um qualquer vídeo atingia 300 views a contagem era paralisada, de modo a dar tempo ao YouTube para verificar se quem estava clicando no play era um humano ou um robô. Somente depois de filtrar todos os bots a contagem voltada ao normal.

Agora, com melhores algoritmos de verificação o Google decidiu abolir o congelamento da contagem, realizando uma filtragem em tempo real. Desta forma as visualizações de bots não são contabilizadas at all, restando apenas os cliques de humanos reais.

Isso é bom para os criadores de conteúdo, que poderão contar com uma contagem mais precisa (ainda que não 100% exata) de visualizações para medir o sucesso de seus vídeos, essencial para quem vive de publicidade.

relacionados


Comentários