Intel e Micron apresentam XPoint, nova arquitetura de memória que põe seu SSD no chinelo

3DWafer

Uma verdade inquestionável: uma vez feita a migração do HD para o SSD, você nunca mais quer voltar ao estado anterior. As vantagens são inúmeras, o desempenho em geral melhora muito, a velocidade de acesso e leitura de dados é estonteante e embora seu bolso chore, seu notebook vai agradecer pelo upgrade recebido.

Só que há limitações. Hoje em dia geramos dados demais. E-mails, vídeos, mensagens em redes sociais, fotos, transações financeiras, games… e todos queremos Tudo Ao Mesmo Tempo Agoratm. E para isso as memórias precisam ser rápidas. Um SSD pode ser veloz, mas conforme o volume de dados cresce o delay aumenta junto. Empresas estudam novos formatos de memória que podem ler quantidades mamutescas de dados em instantes, e é o que Intel e Micron prometem com a arquitetura 3D XPoint.

xpoint

Assim como o formato de memória desenvolvido pela Samsung, a ideia aqui é dispor as células de memória entre as linhas de um painel formado por diversas camadas, dispensando o uso de transístores como nas memórias NAND tradicionais, empregadas nos SSDs. Isso permite o acesso aos dados se utilizando de pequenos blocos de células, ao invés de grandes conjuntos como ocorre hoje em dia.

O resultado é uma memória muito mais rápida, chegando a ser 1.000 vezes mais veloz do que a memória NAND ou DDR. Imagine um SSD com tecnologia XPoint: o sonho de consumo de muita gente.

A tecnologia não só permite maior velocidade de acesso, como argregar mais memória num mesmo espaço. Assim poderemos ter discos de estado sólido (porque o HD tradicional é feito de gelatina) e memórias RAM não só mais rápidas, mas com muito mais capacidade sem termos grandes dispositivos: um die pode armazenar 128 Gb em duas camadas, e no futuro poderemos ter mais espaço de armazenamento empilhando mais camadas. Dessa forma poderemos ter pendrives de mais de um 1 TB extremamente velozes em nossos bolsos. E o formato de camadas confere mais resistência às memórias.

MicronTechnology — Introducing 3D XPoint™ Technology

Intel e Micron esperam introduzir o formato já em 2016, inicialmente para clientes corporativos que precisam de dispositivos de armazenamento de alta performance. Claro, com o tempo poderemos ver memórias RAM e SSDs XPoint no mercado, com capacidades estonteantes e claro, preços na mesma pegada. O que pode ser bom nessa história é que no futuro os valores dos SSDs poderão cair, o que será muito bom.

Fonte: Extreme Tech.

Relacionados: , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar