Home » Ciência » Espaço » Kepler-452b — o incrível planeta gêmeo da Terra, só que não é bem assim.

Kepler-452b — o incrível planeta gêmeo da Terra, só que não é bem assim.

Uau, Kepler-452b, planeta-gêmeo da Terra, incrível, inédito, fantástico e… — sério, não caia no hype dos portais, eles querem seu clique sem dar nada em troca. A descoberta é importante mas está longe de ser essa cocada toda, e muito menos o planeta é “gêmeo”. Clique, leia e veja que é possível apresentar ciência sem essa aura de espetáculo engana-trouxa.

4 anos e meio atrás

040412-arnold-schwarzenegger-twins-sequel

Hoje as interwebs estão pegando fogo com a incrível notícia de que a NASA teria descoberto um planeta gêmeo da Terra. As editorias de “ciências” adoram, podem encher laudas e laudas (jornalista ainda pensa em laudas) de obviedades e generalidades, até gente de SETI entrevistaram. Os comentários como sempre são um show à parte, basicamente Kepler-452b prova que Deus existe, deveríamos mandar os políticos pra lá e se não houver vida, é culpa do PT.

Exemplos, cortesia do @manguaca82 no Twitter:

CKnfC3HWIAAI5Cf

CKnfC3LW8AE_kJi

A descoberta é importante, é um mundo pequeno, com diâmetro de 1,6 vezes o da Terra, orbitando em um ano de 385 dias terrestres uma estrela pouco mais velha que o Sol, a 1.400 anos-luz daqui. Respondendo ao jornalista do Express, não, não dá pra mandar uma sonda pra lá. A importância, no caso, é que ficou demonstrado que mundos terrestres são comuns e podem existir na chamada zona dos cachinhos dourados, onde a temperatura é alta o suficiente para haver água em estado líquido.

terra_kepler-452b

A semelhança com a Terra acaba aí. Não sabemos a idade do planeta não sabemos sua composição, por conseguinte não sabemos sua gravidade, não sabemos sequer sua cor, todas, todas as imagens que você viu nos portais são pura masturbação artística, Kepler-452b não existe nem como um pontinho em um telescópio, ele é uma variação em um gráfico de luminosidade, mesmo assim a BBC chama de Terra 2.0 e O Globo chamou de “quase gêmeo”. Pela lógica eu sou gêmeo idêntico do George Clooney, com margem de erro do Ibope.

kepler-452b

Os cientistas por sua vez estimulam esse tipo de atenção. Não estão errados, precisam de verba e toda visibilidade é bem-vinda, mas tem hora que cansa a mídia deslumbrada com memória de Dori. Tratam como se fosse “o” exoplaneta, mas só a sonda Kepler detectou 1.000 exoplanetas confirmados, com 3.600 a confirmar. Isso estudando uma área mínima do céu.

A lista de exoplanetas potencialmente habitáveis também não é pequena.

Descobertas assim são legais, mas são rotinas, se você tirar o hype não sobra nada para noticiar, então o jeito é apostar na amnésia geral, e publicar as manchetes de sempre. Vai dizer que você esqueceu do caso basicamente idêntico ano passado?

Ah sim, uma dica: para acompanhar a descoberta de exoplanetas, com muito mais informações que mostradas em portais, há um excelente app gratuito para iPads, a Exoplanets. Foi resenhada por mim em 2010, neste texto aqui.

IMG_0305-640x480

Ah sim 2 — a Missão: se quiser ir direto na fonte, o paper com a descoberta do planeta pode ser acessado neste link aqui (cuidado, PDF).

Fonte: NASA.

relacionados


Comentários