Home » Games » Games para PC » Segurança de Aeroporto destrói placa-mãe Assassin atrás de arma

Segurança de Aeroporto destrói placa-mãe Assassin atrás de arma

TRIGGER WARNING: cenas fortes de violência. Sim, um sujeito despachou um PC, mas na hora e passar no raio X o animal fazendo a vistoria viu algo suspeito, arrancou na mão as placas de vídeo, destruiu a máquina e… era um dissipador em formato de pistola.

4 anos atrás

GIGABYTE-G1-Killer-Assassin-2-Sandy-Bridge-E-Motherboard-2

Depois que Osama Bin Laden colocou em prática seu brilhante plano de desafiar a maior potência militar da História e em seguida se esconder em uma caverna, viajar de avião é um saco. Não adianta discutir, seu cortador de unhas é uma arma mortal, assim como tripés. (será que o Kid Bengala está na no-fly list?)

Sim, obrigam a despachar tripé, mas monopé, tudo bem. Não tente entender. 

Mesmo assim, por esse serviço no Brasil ser feito por policiais federais temos uma qualidade de atendimento muito, muito superior ao do resto do mundo, nos EUA os orangotangos da TSA ganham salário-mínimo, são escolhidos entre a escória da sociedade e ganham autoridade, o que é uma péssima combinação.

Agora — acredite se puder — na Nova Zelândia, um gamer descobriu que o país importou o modelo norte-americano, colocando animais sub-humanos na verificação de bagagens.

O sujeito foi despachar um PC, equipado com uma placa-mãe Gigabyte G1 Assassin 2, que tem uma característica em especial: um dos dissipadores é no formato de uma pistola. Eu sei, é brega, mas a molecada adora. Lembre-se, eles enchem o PC de neon, fica parecendo um Miúra.

Ah sim, a Gigabyte tem toda uma linha de placas bregas assim:

gigabyte-g1-assassin-5

Pois bem: o ípsilon semi-aleijão que analisava as bagagens no raio X viu a tal pistola e já se imaginou na capa dos jornais, o herói que desbaratou o ataque terrorista, afinal nada mais simples que invadir o compartimento de bagagens com o avião voando, achar a mala, abrir o computador, tirar a pistola e forçar o piloto a jogar a aeronave em Ecthelion.

Como o ogro em questão ainda não foi apresentado ao conceito de ferramentas, ele provavelmente abriu o gabinete com os dentes. Aí o bicho pegou. A “arma” estava obscurecida pelas placas de vídeo, duas em SLI.

O celenterado, ignorando aquilo que até as coisas que crescem no meu umbigo sabem ser “parafusos”, agarrou nas placas de vídeo, e sem se preocupar com detalhes como a trava do slot PCI Express, puxou, torceu, mexeu e arrancou. Resultado?

eLhDSzu

Não há informação do estado das placas de vídeo, mas é natural imaginar que depois que Mongo as retirou provavelmente mordeu para ver se eram comestíveis.

Como o sujeito só descobriu em casa, e de qualquer jeito esse pessoal tem autoridade quase divina, a chance de ter o prejuízo ressarcido é zero.

No Reddit está acontecendo um fenômeno curioso: estão culpando a vítima, dizendo que o cara pediu pra ter o computador barbarizado, ao andar com um dissipador em formato de arma. Ok, eu entendo que nos dias de hoje não se deve cumprimentar com um “hi!” seu amigo Jack no avião, mas caramba, é uma placa-mãe em um gabinete despachado, qual a histeria?

Claro, há casos indefensáveis, e sempre vale a dica: nunca envie de presente pro Obama (ou pra ninguém) esse box oficial de DVDs de 24h:

box_24horas1

relacionados


Comentários