Home » Mobile » Planeta Sem Fio » Sonavation adiciona sensores biométricos ao Gorilla Glass

Sonavation adiciona sensores biométricos ao Gorilla Glass

Empresa desenvolve tecnologia que integra sensores biométricos ao vidro Gorilla Glass de smartphones; técnica pode ler digitais mesmo com os dedos sujos

3 anos e meio atrás

smartphones-fingerprint

Hoje os fabricantes de aparelhos celulares tentam de tudo para inserir uma camada maior de segurança em seus dispositivos, e a biometria, embora não seja uma novidade (o Motorola Atrix foi o primeiro, em 2011) é uma das tecnologias mais promovidas, embora presente apenas em aparelhos de ponta, como os iPhones mais recentes e a linha Galaxy S.

Só que a Sonavation, uma empresa especializada em tecnologias de segurança e autenticação desenvolveu um novo método que vai tornar a biometria senão algo banal, ao menos mais presente em celulares futuros: ela introduziu um novo método que integra sensores diretamente sob uma tela Gorilla Glass, de modo que ela se torne capaz de ler impressões digitais.

O processo para tornar a tela de seu smartphone em um grande sensor visa implementar os componentes diretamente ao processo de fabricação do vidro protetor da Corning, o que não só não altera a composição ou o processo de fabricação do Gorilla Glass como torna o sistema de detecção e de toque muito eficientes. A Sonavation espertamente não entregou o ouro, apenas se limitou a dizer que a tela é plenamente capaz de ler os sulcos das digitais e realizar uma leitura precisa.

O sensor utilizado pela companhia é de tal forma apurado que é capaz de ler suas digitais mesmo com os dedos sujos, molhados ou engordurados, já que o sensor cria uma imagem 3D — segundo o fabricante — que entrega um nível de identificação até então não atingido por ninguém.

A Sonavation diz que o processo pode ser estendido a outros segmentos, não limitando a leitura biométrica apenas aos smartphones. Entretanto a técnica é compatível no momento somente com o Gorilla Glass. Isso pode não ser um problema para a indústria mobile, já que com raras exceções a quase totalidade dos fabricantes são clientes da Corning, o que pode vir a fazer das telas biométricas algo muito popular no futuro. As aplicações são diversas, desde se livrar definitivamente de sensores integrados (e em última instância dos botões físicos em alguns aparelhos) a permitir novas formas de autenticação em apps de compra e bancários, por exemplo.

A grande empresa que ficaria de fora da novidade é a Apple, que utiliza Sapphire Glass em seus aparelhos. Uma patente registrada há pouco tempo revelou que Cupertino também está estudando a tecnologia, o que pode significar que o iPhone pode também dar adeus ao Touch ID físico em algum momento.

Fonte: Sonavation.

relacionados


Comentários