Home » Filmes e séries » O diretor chinês que não sabia ter copiado a animação Carros

O diretor chinês que não sabia ter copiado a animação Carros

Após ser acusado de copiar a animação Carros, diretor chinês diz que nunca assistiu a produção da Pixar e que as pessoas deveriam ser mais tolerantes.

4 anos atrás

the-autobots

A partir do dia 4 de julho os chineses ganharam a oportunidade de ir aos cinemas do país para assistir The Autobots, uma animação que apesar do título sugerir, nada tem a ver com a franquia Tranformers. No entanto, não parece ter sido apenas no nome que a criação de Zhuo Jianrong parece ter se “inspirado” em outras propriedades intelectuais.

O problema é que basta darmos uma olhada no pôster de divulgação que está aí em cima para percebermos a semelhança com a animação Carros, aquela lançada pela Pixar em 2006.

Eis que após uma chuva de críticas e acusações no site Douban, onde os usuários deram uma média 2,1 para a produção, o diretor tentou se defender.

Eu conheço o filme Carros, mas nunca o assisti. Eu nem mesmo sei o nome dos personagens,” alegou Zhuo, que disse que a sua criação foi produzida independente e de maneira original. “Os carros na rua não são parecidos? Se alguém se parece com você, esta pessoa está violando as leis?

Ainda segundo o diretor, as pessoas deveriam ser mais tolerantes, já que indústria de animação chinesa está apenas começando e que embora eles tenham aprendido com a Disney, nunca copiaria a empresa norte-americana.

A Disney por sua vez disse através de um representante que compartilha a preocupação de muitos espectadores, mas que não fariam comentários adicionais sobre o caso. Porém, a companhia de Zhuo já recebeu aquela famosa cartinha dos advogados da casa do Mickey, mas ele afirma que já mostraram evidência de que o The Autobots não é uma cópia.

ratatoingPor se tratar de uma animação feita na China, país que tem a fama de copiar tudo o que pode e vender por preços bem inferiores, o caso parece uma piada pronta, mas antes de apontarmos o dedo para Zhuo Jianrong e afirmar que algo assim só aconteceria por lá, o que dizer do trabalho da Vídeo Brinquedo, produtora brasileira que nos presenteou com criações como Os Carrinhos - Em A Grande Corrida, Ratatoing, The Little Panda Fighter, Gladiformers ou Abelinhas?

Confesso que não sei até que ponto uma empresa como a Disney ou a Dreamworks poderia se defender de casos como estes e como esses filmes continuam sendo vendidos, mesmo nos Estados Unidos, acredito que não há muito a ser feito.

O pior de tudo é pensar nas crianças que são presenteadas com essas obras, crentes que levariam para casa um Relâmpago McQueen e se depararão com algo que não teria espaço nem em um ferro-velho.

Fonte: Mashable.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários