Home » Internet » Rumor: Facebook estaria desenvolvendo seu próprio serviço de streaming de música

Rumor: Facebook estaria desenvolvendo seu próprio serviço de streaming de música

Fontes informam que Facebook está negociando com gravadoras a fim de lançar seu serviço de streaming de música, para concorrer com Spotify e Apple Music

4 anos atrás

facebook

Fato: Mark Zuckerberg quer que o Facebook, seus produtos e serviços derivados cubram todos os aspectos da vida de seus usuários. Considerando tudo o que a empresa já colocou as mãos, o que falta? Música, claro.

O setor que cada vez mais companhias veem como promissor, se considerarmos o grande número de serviços de streaming que temos disponíveis hoje não passaria batido por Zuck, pelo menos é o que diz o site Music Ally: fontes anônimas informas que o Facebook está preparando seu próprio canal de streaming.

Dias atrás começaram a flutuar boatos, através de fontes ditas como seguras de que o Facebook está negociando com diversas gravadoras tais como Universal, Sony e Warner em busca de uma forma de entrar no ramo da música. Os detalhes ainda são um tanto nebulosos, mas imaginava-se que a plataforma Facebook Video, que exibe vídeos sugeridos para seus usuários terá um papel importante nessa empreitada.

O formato seria o mesmo do YouTube: os detentores dos direitos autorais receberiam royalties da rede social, oferecendo também um serviço de registro do conteúdo a fim de evitar a pirataria dos vídeos. Dessa forma os algoritmos da rede social tratariam de derrubar vídeos hospedados pelos usuários que usem material com copyright.

O Facebook Video, que segundo as fontes estaria em uma fase adiantada de desenvolvimento seria uma plataforma de testes para avaliar a receptividade por parte dos usuários, e só então a rede social daria sequência nos planos para entregar um serviço de streaming de fato, para concorrer com Spotify, Apple Music e outros.

A verdade é que Zuck quer mais engajamento dos usuários da rede. Eles já passam bastante tempo no Facebook Instagram, WhatsApp e em breve ainda terão a plataforma virtual do Oculus Rift, portanto música seria só mais uma forma de manter as pessoas imersas em seus produtos por quanto tempo for possível.

Não há informações de quando os serviços entrarão no ar; procurado, o Facebook não respondeu aos rumores.

Fonte: Music Ally via Business Insider.

relacionados


Comentários