Home » Indústria » Crise nas infinitas Sonys

Crise nas infinitas Sonys

11 anos atrás

Quem já era crescidinho nos anos 80, lembra bem da palavra "crise". Era a predileta do noticiário e imagino que nenhum editor tivesse coragem de escrever um único dia sem citar "a crise". O assunto no almoço era sempre "a crise", entre o arroz e o feijão.

Hoje, a coisa está tomando o mesmo rumo: para qualquer notícia que se olhe, lá está a tal da crise. Parece até que citá-la vai amenizar o coração dos investidores, como se dissessem: "...a culpa não é nossa, é da crise...".

Agora foi a vez da Sony citar a crise para amenizar o impacto do prejuízo (projetado) de US$ 2,9 bi (260 bilhões de yens) no ano fiscal que termina em março. O fortalecimento do yen frente ao dólar não ajudou em nada. Feio, não é? Mais feio ainda será o corte de até 16 mil pessoas até 2010, além do fechamento de fábricas e a reestruturação de toda a parte de conteúdo para TV.

Uma empresa tão grande, com negócios variados e presença global tende a ser mais afetada pela crise. Mas como toda crise traz oportunidades, é a hora certa para se reinventar em várias áreas e abandonar outras. Um corte de US$ 100,00 no valor do PS3 ajudaria a divisão de videogames?

[via Reuters]

relacionados


Comentários