Home » Demais assuntos » Google Chrome vai aniquilar o Flash não-solicitado

Google Chrome vai aniquilar o Flash não-solicitado

Mais um golpe no Flash: Google Chrome vai passar a bloquear conteúdo desnecessário nas futuras versões para desktop em prol de menor consumo de energia

5 anos atrás

flash-is-dead

Que o Google declarou guerra ao Flash não é novidade. Em prol de uma melhor performance de seus produtos nos dispositivos dos usuários Mountain View adotou o HTML5 em 2010 e desde então vem fazendo das suas para desestimular o uso da plataforma da Adobe, seja avisando quais sites ainda rodam Flash nas buscas em dispositivos móveis, seja adotando o HTML5 como padrão no YouTube.

A última diz respeito a conteúdo desnecessário que roda sem ser solicitado, consumindo bateria e recursos: nas próximas versões ele será bloqueado, função essa já presente nas versões beta.

O Google sabe que entre outras coisas o Chrome consome muitos recursos dos computadores, principalmente notebooks e quer ao menos aliviar a barra no que diz respeito ao gasto energético: o Flash é um comilão de energia por padrão, e se tem coisa que todo mundo odeia é entrar num site e dar de cara com vídeos, banners e animações rodando a torto e direito e drenando as baterias.

Isso não tem mais lugar no futuro do Google. As versões beta do Chrome já bloqueiam conteúdos em Flash desnecessários, e nas próximas semanas a novidade deverá chegar a versão estável do navegador. Não que seja preciso esperar, você já pode jogar o Flash do telhado agora mesmo: vá para chrome://settings/content e selecione a opção “Detectar e executar o conteúdo do plug-in importante” em Plug-ins (clique para ampliar).

config

Assim, quem precisa utilizar o Flash mas o mantém desligado a fim de economizar energia não precisará ter que ativá-lo toda a vez que for necessário, o Chrome faz isso para você. Bom para os usuários, ruim para quem ainda insiste em manter seu site no início dos anos 2000.

Fonte: Google Chrome Blog.

relacionados


Comentários