Home » Hardware e periféricos » No Japão até os trens-bala de brinquedo flutuam

No Japão até os trens-bala de brinquedo flutuam

Brinquedos high-tech do Japão: Linear Liner baseado no super trem-bala L0 Series é nada mais que um maglev em miniatura

5 anos atrás

l0-maglev-toy-001

Vocês se lembram do L0, o super trem-bala que o Japão está testando e que pode alcançar velocidades de até 500 km/h? Tudo bem que ele só vai entrar em operação em 2027, mas se você tiver grana sobrando pode matar a vontade com a versão miniatura do shinkansen, que vai chegar às lojas de brinquedos em setembro.

A versão high-tech nipônica do Ferrorama foi modelada na linha L0 Series, um maglev projetado e bancado pela Central Japan Railway Company, também conhecida como JR Tōkai, uma das duas empresas japonesas que trabalham com trens de levitação magnética. O protótipo que está sendo testado consiste em uma composição capaz de transportar até 68 passageiros; o primeiro vagão mede 28 metros, 15 sendo o nariz alongado para diminuir a resistência do ar. Isso e outras decisões como uma carcaça de liga de alumínio o fazem extremamente rápido: em testes recentes ele atingiu a insana velocidade de 590 km/h.

Com tal velocidade ele seria capaz de cobrir o trajeto de Tóquio até Nagoya em míseros 40 minutos. Hoje leva-se duas horas para fazer o mesmo trecho em trens-bala convencionais.

l0-maglev-toy-002

Só que a Takara Tomy não quer esperar doze anos para fazer uma graninha em cima: o Linear Liner funciona com duas pilhas AA e tem quase tudo do original, fora a velocidade absurda: os ímãs fazem com que ele flutue a 2 mm dos trilhos e desenvolva velocidades de até 7 km/h. A empresa ressalta que isso em escala equivale aos 500 km/h da média do L0, e os trilhos são feitos de plástico transparente para que o você possa ver o vão entre o trem e os trilhos.

タカラトミー • 世界初!<リニアライナー>紹介動画

Quer um para você? Bem, ele pode ser seu por módicos 37.800 ienes, ou R$ 965,55 em valores de hoje (não se sabe entretanto se mandam para fora do Japão). Bem longe dos US$ 90 bilhões do custo total do projeto do L0. Para aficionados por trens de brinquedo imagino que deve ser difícil aguentar até setembro para por as mãos num desses.

Fonte: Takara Tomy via Akihabara News.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários