Home » Mobile » Android M oferecerá melhor controle de permissões dos apps

Android M oferecerá melhor controle de permissões dos apps

O controle nas suas mãos: próxima versão do Android dará mais liberdade aos usuários para que decidam o que cada app poderá acessar no aparelho

5 anos atrás

android

Uma das coisas que os usuários de Android talvez mais reclamem é a incapacidade de definir eles mesmos o que cada aplicativo pode ou não acessar em seus dispositivos, isso porque os mal-intencionados fazem a festa: o que tem de app aparentemente inócuo que pede permissão para acessar até o tipo sanguíneo do usuário, entre recursos que não dizem respeito a seu funcionamento (um bom exemplo é aquele do balde de pipoca, que acessa até a câmera e o microfone).

Agora parece que finalmente o Google vai fazer algo a respeito: segundo uma fonte anônima a próxima versão do Android entregará um controle maior nas mãos do usuário, que decidiria o que o app pode ou não acessar.

permissions

Hoje em dia é assim ou nada

A bem da verdade não é essa a primeira vez que vemos esse recurso: o Google ensaiou com ele em uma função escondida presente no Android 4.3 Jelly Bean chamada “App Ops” que fazia exatamente isso: você poderia acessar cada aplicativo instalado e ativar/desativar os recursos que ele poderia acessar em seu smartphone. Desenvolvedores chegaram a desenvolver um app que ativava a função, mas o Google posteriormente a removeu na atualização para o 4.4.2 KitKat por questões de segurança: o feature era experimental segundo a empresa, e poderia em tese causar erros se usado constantemente.

Hoje a situação é a mesma que sempre foi ao instalar um app: ou você abaixa a cabeça e aceita todos os termos ou se recusa e o remove do dispositivo. Agora, de acordo com as fontes o Google estaria pronto para finalmente dar o controle fino nas mãos do usuário, que ficaria a cargo de impedir um app comum de acessar sua biblioteca de fotos e vídeos, acessar a câmera ou sua posição através do GPS. Isso ajudaria muito a minar a invasão de certos aplicativos duvidosos, caso o dono do celular queira mantê-lo instalado por conta de um ou outro recurso.

O fato é que muita gente não gostou quando o App Ops foi removido. Alguns questionaram que o Google o fez sabendo que o usuário poderia impedir a coleta de dados pelos aplicativos, de onde vem o sustento de Mountain View. Agora, se pretende lançar uma versão da funcionalidade oficial é fato que tais “problemas” tenham sido contornados, dando ao usuário poder quase absoluto sobre seu Android.

A previsão é que o Android M seja apresentado na próxima conferência Google I/O, que será realizada nos dias 28 e 29 de maio em San Francisco.

Fonte: Bloomberg.

relacionados


Comentários