Home » Engenharia » Progress M-27M dada como perdida e cairá na Terra. Vamos todos morrer? (spoiler: não)

Progress M-27M dada como perdida e cairá na Terra. Vamos todos morrer? (spoiler: não)

É, não tem jeito, dessa vez não vão conseguir salvar a Progress, a nave russa está girando sem controle, e vai torrar na atmosfera em alguns dias, mas isso não impede a mídia de sensacionalizar. Ok, clique e descubra como não é exatamente um risco enorme para nossa Civilização…

4 anos atrás

1229114193439681171

É, dessa vez não deu. A Progress M-27M não tem salvação. Neste exato momento ela está passando sobre o Sri Lanka, a 206 km de altitude. O periapse (perigeu é muito específico e esnobes do Kerbal não usamos) é de 150 km, sendo reduzido a cada órbita, efeito do arrasto atmosférico.

Logo a perda de velocidade será grande demais, e a nave, que como tudo em órbita estava caindo em direção à Terra, não mais a errará. A compressão do ar gerará calor, plasma e 7 toneladas de metal, água e camisetas cairão sem controle, em algum lugar entre as latitudes + 51 e – 51, o que abrange basicamente o planeta todo.

A mídia tradicional, que adora uma tragédia, já está especulando cenários, num nível dessa cena de Family Guy:

mattcohen101 — Family Guy (Airport 07)

Hoje me avisaram que até a Ana Maria Braga comentou sobre o caso.

As palavras-chave são “sem controle”, “queda iminente”, “impossível prever”, “combustível tóxico” e outras bobagens. Os irresponsáveis cientistas de novo colocando em risco nossas criancinhas, que podem acordar levando uma Progress na moleira.

Só que não é bem assim. Na pior das hipóteses, se essas 7 toneladas chegassem intactas ao chão, há 70% e chance de não ser chão. Pois é, quem batizou nosso planeta não se tocou que 70% da superfície dele é oceano. Dos 30% restantes a maior parte é região selvagem, isolada, longe de qualquer contato com a civilização, como a Sibéria, o Acre, Niterói e a bosta da minha rua, onde não passa carteiro.

Não que faça diferença. Estamos falando de algo muito pequeno numa escala muito grande. Ah sim, veja uma reentrada de uma Progress:

luckysnightmare — Progress M-10M Reentry

Assim como demônio em igreja pentecostal, a Progress foi feita pra queimar. Todo ano quatro ou cinco delas são atuchadas de lixo na Estação Espacial Internacional e mandadas pra tostar na atmosfera. Para dar uma medida de comparação: o Meteoro de Chelyabinsk, que causou aquele rebu na Rússia pesava entre 12 e 13 MIL toneladas. Só alguns fragmentos chegaram ao chão. A Progress tem 7 e é feita de material bem mais frágil que rocha sólida.

sj3

SatelliteDebris

Como você pode ver lixo espacial É uma realidade, mas a quase totalidade são destroços de lançamentos, sujeitos a velocidades e forças bem menores que algo em órbita, e também são objetos bem maiores. E mesmo assim AINDA ninguém foi atingido por um troço desses.

De resto, se 7 toneladas são preocupantes, imagine quando a Ana Maria Braga descobrir que a Terra é atingida anualmente por 15 mil toneladas de meteoroides.

Ah sim, se você quiser acompanhar em tempo real a órbita da Progress, enquanto ela ainda consegue se manter lá em cima, aqui dá pra ver em tempo real onde está.

relacionados


Comentários