Home » Mercado » Apple vendeu 61 milhões de iPhones em apenas três meses

Apple vendeu 61 milhões de iPhones em apenas três meses

Apple divulga o relatório financeiro do segundo trimestre fiscal de 2015 (corresponde aos meses de janeiro a março). Foram vendidos 61 milhões de iPhones no mundo e a China se consolida como 2º maior mercado da Maçã de Cupertino.

4 anos atrás

Laguna_Tim_Cook_Apple_Q2

Tim Cook deve estar sorrindo à toa (crédito: Mashable)

O primeiro trimestre do ano é complicado para as fabricantes de smartphone. Não tem Dia da Crianças, Black Friday ou Natal para estimular o consumo.

Nada disso importa para a toda poderosa Apple.

Laguna_Apple_Earnings_Q2_2015

Em relatório financeiro divulgado publicamente, a Apple no segundo trimestre do ano fiscal de 2015 (corresponde a janeiro, fevereiro e março) teve receita de nada menos que 58 bilhões de dólares. Foram US$ 13,6 bilhões de lucro.

Esses números superaram as melhores expectativas dos investidores e acionistas, sendo inclusive maiores que o mesmo período do ano passado (Q2/FY14 teve receita de US$ 45,6 bi e lucros de US$ 10,2 bi).

Laguna_iPhone_sales_Q2_2015

Quando falamos de vendas mundiais nesse primeiro trimestre de 2015, temos uma leve diminuição sim, mas ainda superior à maioria dos demais trimestres fiscais. Se no primeiro trimestre fiscal de 2015 (outubro a dezembro de 2014) foram vendidos 74,5 milhões de smartphones, a Apple ainda conseguiu vender no primeiro trimestre deste ano 61,17 milhões de iPhones. Entre outros números de vendas, temos:

  • 12,6 milhões de tablets (iPad);
  • 4,5 milhões de computadores pessoais (Mac, MacBook).

·  
Culpados? China.

Os chineses agora são de longe o segundo maior mercado da Apple, superando a Europa e encostando forte (ui) nos Estados Unidos. Como as vendas de iPads diminuíram fortemente (foram 16 milhões no mesmo trimestre ano passado), poderíamos especular que o iPhone 6 Plus tenha alguma influência… mas convenhamos que não é todo mundo que troque seu tablet todo ano, afinal o iPad é reconhecido por sua durabilidade.

O valor médio pago pelo iPhone é de US$ 659, ou seja: a maioria dos consumidores preferiram comprar os modelos antigos ou mesmo os de menor capacidade.

Para finalizar, um último número: a Apple tem US$ 194 bilhões em caixa (171 deles fora dos EUA). Quem me dera ter um cofrinho recheado assim (não, não desse jeito aí, seus mentes poluídas).

Leia também:

relacionados


Comentários