Home » Engenharia » Só falta a Jessica Biel pelada (isso isso Google, bom garoto)

Só falta a Jessica Biel pelada (isso isso Google, bom garoto)

Quem diria, algo daquela bomba chamada Stealth se tornou realidade. A US Navy conseguiu pela primeira vez realizar uma manobra de reabastecimento aéreo com um drone.

5 anos atrás

blearrrrhgghh

Stealth foi uma das maiores decepções do começo do Século XXI. Todo mundo esperava um Top Gun hétero, mas no final veio um filme sem vilões decentes, com aviões de ficção científica e uma sexualização da Jessica Biel que deixaria o Jece Valadão chocado.

Sério, ela não é uma Starbuck, não é uma piloto chutando bundas no meio de homens, é uma gostosona clichê de Hollywood, com traje de vôo coladinho e que vai pra bares com roupas sumárias confraternizar com os colegas. Ah sim, e tem o biquíni azul…

Depois disso há o drone do filme, um avião-robô com inteligência artificial que leva um raio nas idéias, sofre um processo de frankensteinização e sai matando todo mundo.

De tudo o mais inverossímil é o sistema de reabastecimento aéreo. Um dos roteiristas, provavelmente o que não era completamente retardado, achou que ficaria estranho caças voando durante dias, então inventaram uma espécie de dirigível/porta-aviões robô da SHIELD para reabastecimento automático, já que um KC135 normal bastaria não decolar e o drone cairia com pane seca.

Agora pelo menos uma coisa desse maldito filme se tornou realidade. A Marinha dos EUA divulgou uma foto de um X-47B, aquele drone stealth usado para testes e desenvolvimento pela primeira vez conectando uma sonda de reabastecimento em vôo.

11118367_886736644706297_4918460128361954084_n

Nesse primeiro experimento foi feito o contato mas não bombearam combustível. Muito provavelmente porque a empresa dona do avião-tanque cobra por vôo e assim faturam mais do contratinho suculento com a US Navy.

A outra parte é que a manobra está sendo feita via software. O atraso entre o drone e a base torna inviável pilotar remotamente, reabastecimento em vôo é uma das manobras mais complicadas, mesmo pra pilotos experientes. Duvida? Pergunte a alguém que tenha jogado Top Gun no Nintendo.

1-BpUyr1_VRmcS3OD1mTh5ZQ

O X-47B é uma amostra do que o futuro trará, mas se há algo que aposto é que todo mundo que diz que não teremos mais caças pilotados está errado. A imprevisibilidade humana é grande demais, um caça com um bom piloto transformaria uma esquadrilha de X-47B autônomos ou remotamente pilotados em um stand de caça ao pato.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários