Home » Especial » Galaxy S6 e S6 Edge chegam custando caro. Bem caro

Galaxy S6 e S6 Edge chegam custando caro. Bem caro

Samsung lança Galaxy S6 e S6 no Brasil por preços bem altos: S6 de 32 GB custará R$ 3.299,00 e o S6 Edge de 64 GB, R$ 4.299,00

5 anos atrás

galaxy-s6

Ok pessoal, a gente sabia que isso iria acontecer. Considerando a alta do dólar e a estratégia da Samsung em bater de frente com a Apple no segmento premium era evidente que seus novos tops de linha, o Galaxy S6 e o Galaxy S6 Edge não chegariam custando quaisquer dois tostões: em evento realizado na última terça-feira em São Paulo ambos os aparelhos foram oficialmente introduzidos no mercado brasileiro, ambos com precinhos bem elevados.

Anunciados na MWC 2015, ambos os aparelhos representam segundo a fabricante “o que há de mais moderno no mercado mobile”. Isso é verdade até certo ponto, o SoC de 64 bits Exynos 7420 é o primeiro com processo de litogravura de 14 nanômetros, contendo quatro núcleos Cortex-A53 de 1,5 GHz e quatro A-57 de 1,7 GHz. Os 3 GB de RAM LPDDR4 e os chips de armazenamento interno UFS 2.0 também são componentes de ponta, e esse é o principal argumento que a Samsung Brasil está utilizando para justificar os valores altos: “estamos oferecendo uma experiência jamais vista”.

Pois bem, vamos lá: o Galaxy S6 de 32 GB chegará às lojas no dia 25 de abril custando R$ 3.299,00. Já o Galaxy S6 Edge será lançado aqui em duas versões: com 32 GB por R$ 3.799,00 e com 64 GB de espaço interno por R$ 4.299,00. Este último será lançado junto com o S6, enquanto a versão de 32 GB começará a ser vendida no dia 15 de maio. Segundo o diretor sênior de dispositivos mobile Antônio Quintas, o motivo para a versão de 128 GB não chegar ao Brasil se deve ao fato da baixa demanda. Bem, com preços assim até entendo ele.

A Samsung pretende se destacar no mercado e fazer frente ao iPhone 6 e 6 Plus com recursos como o recarregamento rápido (já visto no Moto Maxx) e o Samsung Pay, seu próprio sistema de pagamentos móvel. Falando especificamente da bateria, a Samsung embutiu o carregamento via wireless e venderá no país o carregador sem fio à parte, bem como outros acessórios como capas e fones de ouvido Bluetooth.

galaxy-s6-edge

Tanto o S6 quanto o S6 Edge são aparelhos muito bem construídos, dando uma impressão muito boa de aparelho premium que havia se perdido nos últimos anos ao preferir um design de plástico. Claro, o case de metal custou aos smartphones aquilo que a Samsung considerava dois de seus diferenciais em relação à Apple: a bateria removível e o suporte a cartões micro-SD. Durante a coletiva uma das perguntas foi de fato sobre isso, repetir o erro do qual a empresa sul-coreana acusou Cupertino de cometer por anos a fio. Novamente a justificativa foi o acabamento premium em prol da experiência de uso.

Enfim, os valores dos novos tops da Samsung eram no fundo esperados, devido à alta do dólar e a escalada de preços recente promovida pela Apple. Como a intenção é bater de frente era um tanto evidente que a diferença no valor não seria tão grande. Resta saber se mesmo com esses preços a venda dos aparelhos no Brasil continuará significativa.

relacionados


Comentários