Home » Games » Alegando violência gratuita, Google impede Postal de ser vendido em sua loja

Alegando violência gratuita, Google impede Postal de ser vendido em sua loja

Criadores do Postal dizem que o Google Play não autorizou sua venda na loja e o motivo para isso seria a violência gratuita retratada no jogo.

5 anos atrás

postal

E lá vamos nós para mais um caso de um jogo que sofreu censura por causa da violência retratada nele. Dessa vez os envolvidos são os responsáveis pelo Google Play e os desenvolvedores da Running With Scissors, que pretendiam disponibilizar na loja da gigante de Montain View uma adaptação do Postal, título lançado originalmente em 1997.

Infelizmente parece que o Postal foi rejeitado no Google Play por conter ‘violência gratuita’,publicou o estúdio em seu fórum. “Infelizmente, isso significa que ele não será bem vindo ao lado da série Grand Theft Auto, Carmageddon e uma horda de jogos de zumbis presentes no Google Play.

Embora a notícia deva ter tido um péssimo impacto sobre os criadores do jogo, eles trataram de tranquilizar os fãs lembrando que o Google Play não é a única loja do Android e que já estão conversando com a Humble Store e a Amazon para oferecer o título por lá.

Tal rejeição pode parecer bastante arbitraria (e talvez seja mesmo), mas ao lançar um novo sistema de classificação etária, o Google deixou bem claro no manual que não aceitaria qualquer tipo de aplicativo que contenha “violência gratuita”.

É verdade que o termo pode ser bastante subjetivo, mas como já defendi em outra ocasião, acho que existe uma enorme diferença entre um jogo como o GTA, que nos permite fazer qualquer coisa, inclusive matar pessoas inocentes que estejam nas ruas, e outro em que o único objetivo é justamente esse. O mesmo vale para um game de zumbis, onde temos que aniquilar os mortos-vivos para sobrevivermos, o que no fundo me leva a crer que as pessoas passaram a utilizar a expressão de uma forma um tanto leviana. Enfim, apesar de considerar válida a indignação da Running With Scissors, não concordo com a comparação feita por eles.

Contudo — e apesar de considerar toda a franquia Postal ridícula e desnecessária — não acho que sua venda deveria ser proibida, cabendo a cada um a decisão se deveria ou não gastar dinheiro com um jogo assim.

Fonte: GamePolitics.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários