Home » Mercado » Market share do Windows Phone encolheu em 2014

Market share do Windows Phone encolheu em 2014

Relatório da IDC mostra que mesmo tendo vendido mais aparelhos em 2014, fatia do Windows Phone no mercado de smartphones diminuiu

4 anos e meio atrás

windows-phone-10

A Microsoft está empolgada com o Windows 10, isso é fato. A proposta da plataforma, de unificar smartphones, desktop, Xbox One, tablets e o que mais vier é excelente, e algo que muita gente gostaria de ver em outros sistemas.

O grande problema é a resistência que a Microsoft enfrenta. Por ter entrado bem atrasada no jogo mobile, Android e iOS dominam o cenário com folga, e mesmo que a fatia de Windows Phones tenha crescido bastante nos últimos tempos, ela ainda é bem pequena. E agora, de acordo com o último relatório da IDC, sua representação diminuiu.

A bem da verdade a Microsoft tem jogado de forma comedida, comendo pelas beiradas e dando maior atenção aos smartphones de entrada do que os tops de linha. Esse é um mercado que o Android não atende bem, o Moto E é um aparelho bom até certo ponto mas a quantidade de aparelhos ruins de entradas de entopem o mercado depreciam a imagem da categoria como um todo.

Isso não ocorre com o Windows Phone. Seus aparelhos, mesmo os mais baratos são bem decentes e já passamos da fase em que não haviam apps, embora o suporte em geral não seja lá grande coisa. A visão é que o WP não dá dinheiro, e some-se a isso as brigas homéricas entre Microsoft e Google, que impedem até hoje que a plataforma conte com um app oficial do YouTube, algo completamente trivial.

idc-relatorio

Isso afeta a percepção do público, que prefere investir em outros sistemas. O relatório da IDC mostra bem isso: em 2014 foram vendidos 1,06 bilhão de Androids contra 802 milhões em 2013, um crescimento nas vendas de 32%. O iOS também teve aumento de 25,6%, com quase 193 milhões de iPhones vendidos em todo o mundo.

O Windows Phone também vendeu bem: 33,5 milhões de unidades para 34,9 milhões, um aumento de 4,2%. Pequeno, mas ainda um aumento. Só que quando olhamos para o market share a coisa muda de figura: juntos, Android e iOS representaram 96,3% de todo o mercado de smartphones em 2014, puxado principalmente pelo robozinho verde (o share do iPhone caiu na verdade, de 15,1% para 14,8%) Já a participação do Windows Phone no mercado de smartphones caiu, de 3,3% para 2,7%.

Não é como se fosse culpa direta da Microsoft, as vendas aumentaram e pode-se dizer que em certos aspectos, suas linhas de entrada e intermediárias estão sendo bem recebidas. O problema é que o Google também se mexeu para abraçar mercados emergentes: o programa Android One, que levou smartphones de entrada para países como Índia e Bangladesh tem sido bem recebido. Foram vendidos tantos Androids em 2014 que só eles ultrapassaram a quantidade de smartphones totais comercializados em 2013.

Caso a Microsoft insista em dar maior atenção ao mercado de entrada ela pode sim se estabelecer e consolidar a plataforma Windows Phone, visto que dificilmente conseguirá bater de frente com Androids e iPhones. O problema é: Redmond está disposta a esperar quanto tempo para isso?

Fonte: IDC.

relacionados


Comentários