BREAKING NEWS: um Juiz manda tirar o WhatsApp do ar no Brasil

karl-urban-judge-dredd

Claro que aqui não é a Venezuela ou a Melhor Coréia, mas temos um problema sério de desequilíbrio entre os Poderes. Nosso Judiciário pode tudo, e só não pode mais por pensar pequeno, como o Juiz que confiscou o Porsche mas não confiscou a Luma.

Agora, dando procedimento à danielacicarellização da internet brasileira, vem o Exmo Sr juiz Luís Moura Correia, da Central de Inquéritos da Comarca de Teresina (PI). Em uma ação correndo em segredo de justiça (ou seja, não se sabe nem quem está processando quem) ele emitiu uma ordem para que a Vivo suspenda o acesso através dos serviços da empresa aos domínios whatsapp.net e whatsapp.com, bem como todos os seus subdomínios e todos os outros domínios que contenham whatsapp.net e whatsapp.com em seus nomes e ainda todos números de IP (internet protocol) vinculados aos domínios já acima citados.

Aqui a danada:

app

Note que a ordem não cita a empresa nominalmente no texto, provavelmente só no cabeçalho, o que faz levantar a suspeita de que não só a Vivo recebeu o documento.

Segundo a Época, que deu o furo (epa!) a ordem já está sendo questionada na Justiça, esperemos que o bom senso prevaleça a tempo.

Relacionados: , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e para seu blog pessoal, o Contraditorium,

Compartilhar