Home » Hardware e periféricos » Agora vai! OLPC XO Infinity, um híbrido tablet/laptop modular

Agora vai! OLPC XO Infinity, um híbrido tablet/laptop modular

Após quase uma década de promessas, OLPC de Nicholas Negroponte “evolui”: XO Infinity agora será um híbrido tablet/notebook modular, como o Project Ara

5 anos atrás

olpc-xo-infinity

O OLPC (One Laptop per Child) foi um projeto muito bem intencionado em sua idealização. Nicholas Negroponte, cientista do MIT renomado teve uma ideia interessante ao imaginar computadores baratos voltados à educação, já que na sua visão a falta de material didático era o principal motivo do atraso das crianças em países subdesenvolvidos.

Não foi o caso. Em sua ingenuidade Negroponte jamais considerou outros fatores mais críticos que prejudicam a educação nesses recônditos do mundo, como falta de água, comida e energia elétrica, e achou que um laptop e internet seriam a salvação das crianças. É basicamente o que o Joy of Tech retratou em uma tirinha muitos anos atrás, antes de seus criadores surtarem e virarem macfags.

O projeto esbarrou em inúmeras limitações práticas: primeiro, queriam lançar um notebook de US$ 100. Não havia escala para isso, nem componentes de qualidade suficientemente baratos (nem os mais vagabundos se enquadrariam nessa faixa de preço, na verdade). Houve briga, choro e ranger de dentes e o preço chegou a US$ 250, tendo sido fixado em US$ 200 para grandes pedidos (de países, não indivíduos).

Foi então que aconteceu o óbvio: a indústria percebeu que havia mercado para notebook baratos, com hardware mais limitado e que servissem apenas para funções básicas. Foi assim, meio sem querer que Negroponte criou os netbooks, em que o ASUS EeePC foi pioneiro. Rodando Linux no início, logo os usuários chiaram e o hardware evoluiu: passaram a rodar Windows.

Aí veio o iPad e os netbooks morreram. Ou melhor, evoluíram para os ultrabooks, enquanto quem queria apenas acessar internet e consumir conteúdo ficou com os tablets Android, baratos porém honestos. E nisso o plano de Negroponte evoluiu: o XO-1, o modelo original foi o único distribuído até o lançamento do XO-4 na CES 2013, já que o vaporware chamado XO-2 rodou e posteriormente o XO-3 foi cancelado também. E declarações malucas de Negroponte não estavam ajudando at all.

Como o XO-4 ainda não saiu oficialmente (na verdade uma versão dele, o XO Duo que roda Android está sendo distribuído), a OLPC resolveu tentar mais uma vez: estão prometendo um novo redesign em seu produto, chamado de XO Infinity.

olpc-xo-infinity-001

A quinta versão (ou seria segunda? Ou terceira?) do sonho de Negroponte agora seria um híbrido tablet/notebook com a adição de componentes modulares, que poderiam ser utilizados de acordo com a necessidade ou trocados entre as crianças, além de ser útil para ensinar aos pequenos como os computadores são feitos. Tela, processador, RAM, armazenamento, Wi-Fi, câmera, tudo seria removível e intercambiável. E rodando Linux.

Sim, é basicamente um misto de Asus Transformer e Project Ara. E muito provavelmente a expectativa é que fique abaixo dos US$ 150, o que duvido que aconteça. De acordo com um porta-voz da OLPC o XO Infinity “está em desenvolvimento há pelo menos um ano”, e um anúncio oficial será feito nas próximas semanas.

Sinceramente não espero mais nada de Negroponte e cia., a não ser mais vaporware. O conceito surgiu, morreu, reviveu, evoluiu e se expandiu nas mãos de outros fabricantes mas a OLPC insiste que seus laptops vão salvar as crianças de todo o mundo. Acontece que elas não precisam mais ser salvas, outros já se adiantaram.

relacionados


Comentários