Uma Barbie conectada à nuvem que bate papo com as crianças

barbie-001

É do imaginário das crianças conversar com seus brinquedos, sempre foi. A indústria já tentou fazer com que isso fosse uma via de mão dupla, com bonecos que falam mas que não eram muito espertos, possuindo apenas algumas frases pré-gravadas em seu repertório.

A Mattel vai tentar mudar isso com a Hello Barbie, a primeira boneca conectada na nuvem que ouve — e aprende com — a criança.

A dita boneca é resultado de uma parceria entre a Mattel e a ToyTalk, uma startup responsável por desenvolver softwares de reconhecimento de voz e conversação voltados às crianças. A empresa foi fundada por Oren Jacob e Martin Redd, que atuaram por mais de 20 anos como CTO e desenvolvedor da Pixar respectivamente. Eles lançaram alguns apps para crianças, onde o que mais se destaca é o The Winston Show, disponível para iPad e que oferece diversas brincadeiras interativas.

barbie-002

De volta à Barbie, a boneca se conectará à nuvem via Wi-Fi e ouvirá as questões das crianças, respondendo de acordo. Mais importante, as inúmeras questões ajudarão a construir um grande banco de dados na nuvem, que armazenará os gostos pessoais de cada criança. Em suma, a Hello Barbie vai aprender com o tempo as preferências de cada um e suas respostas ficarão mais acuradas com o tempo.

Por exemplo, à medida que vai aprendendo as particularidades de cada criança a Hello Barbie poderá dar sugestões sobre carreiras e outras coisas, embora haja a enorme possibilidade de acontecer algo parecido com a reação da Lisa com a Malibu Stacy falante:

Ora, conectada ou não ainda é a Barbie, e há um risco grande de suas falas serem muito superficiais, mesmo absorvendo o que a criança fala (UPDATE: me lembrei da polêmica envolvendo o livro da Barbie programadora. Espero mesmo que o brinquedo não vá por esse caminho e que a Mattel prefira o da Barbie astronauta, que teve consultoria da NASA — aliás, uma das muitas profissões fodas que ela teve durante as décadas, sendo que a primeira versão dessa boneca em particular é de 1964).

Uma forma da Mattel fazer isso dar certo é manter um banco de dados geral, de modo a gerar uma rede neural capaz de aprender e abordar assuntos completamente novos, dedicados a cada criança e relevantes, seguindo os questionamentos mais complexos dos pequenos.

A Mattel não definiu preços, só disse que a Hello Barbie estará disponível em breve. Dependendo de quando for lançada ela pode vir a se tornar um dos brinquedos mais procurados do Natal, isso se fizerem a coisa funcionar do jeito certo.

Fonte: TL.

Relacionados: , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar