Home » Games » Por violência, ministra turca ameaça proibir o Minecraft

Por violência, ministra turca ameaça proibir o Minecraft

Ministra turca acha que o Minecraft é muito violento para as crianças e por isso estudo proibir o jogo no país.

5 anos atrás

minecraft

Se pedirmos para qualquer jogador com o mínimo de experiência elaborar uma lista com os títulos que considera mais violentos, tenho quase certeza que nenhum deles citará o Minecraft.

Idolatrado pela molecada, para muitos pais o sandbox é uma espécie de porto seguro, já que enquanto eles tiverem construindo coisas no mundo virtual, estarão longes de Grand Theft Autos, Call of Dutys e qualquer outro título que costuma estampar manchetes relacionadas a crimes.

Porém, a ministra de políticas sociais da Turquia, Aysenur Islam, não pensa desta maneira e após receber uma mensagem de um jornalista local dizendo que no jogo recebíamos pontos por matar outras pessoas, ela decidiu iniciar uma investigação que poderá banir o título no país.

Indicando nos Estados Unidos e na Europa para crianças com respectivamente 10 e 7 anos, o Minecraft inclusive tem sido utilizado em alguns países para ajudar no ensino, mas pelo jeito alguns turcos consideram que seus combates fantasiosos são explícitos demais.

Uma dessas pessoas é o psicólogo Alanur Ozalp, que acredita que “jogos como o Minecraft podem ter um impacto negativo nas crianças,” fazendo com que confundam o real com o virtual, ou o professor universitário Cigdem Kagitcibasi, que defende que a criação da Mojang ensina “a violência e a torna algo algo atraente, reforçando a agressão.

Talvez esta seja apenas a opinião de alguém que cresceu jogando Doom e Mortal Kombat, e não se tornou um serial killer, ou então de um adulto que teve seu cérebro amaciado por tantas desgraças, mas o fato é que depois de jogar o Minecraft por várias horas, não consigo enxergar nele essa fábrica de assassinos que os turcos estão dizendo que ele é.

Quem também não está gostando muito desta situação é a imprensa especializada turca, que afirma que o governo do país está perseguindo o setor e isso tem feito com que a indústria de games por lá tenha estagnado ou até mesmo se deteriorado.

Pois é, pelo jeito na Turquia os políticos também gostam de aproveitar seus poderes para ocupar o tempo tentado resolver problemas que não existem e deixando de lado aquilo que realmente importa.

Fonte: MCV.

relacionados


Comentários