Home » Destaques » The Jargon File: conheçam um pouco do passado, crianças

The Jargon File: conheçam um pouco do passado, crianças

Eu sei que é inacreditável mas existia informática mesmo antes da chegada do Windows Vista. Mais ainda: muito dessas épocas antigas foram preservadas em um documento chamado Jargon File, compilado desde 1975 com histórias, terminologia e informações. Quer vislumbrar um pouco do passado? Clique e descubra como acessar.

4 anos atrás

102660089-03-01

Alguns anos atrás, eu estava fuçando nos gabinetes do PDP-10 do laboratório de inteligência artificial do MIT, quando percebi um pequeno interruptor colado na carcaça de um dos gabinetes. Era obviamente um trabalho interno, feito por um dos hackers de hardware do laboratório.

Você não mexe em um interruptor desconhecido sem saber o que ele faz, ou pode travar O computador. Pra piorar, a forma com que o interruptor estava marcado não era nada útil. Escrito no gabinete, com lápis, as posições ‘mágica’ e ‘mais mágica’.

Chamei outro hacker para dar uma olhada. Ele também nunca tinha visto o interruptor. Examinando de perto descobrimos que ele só tinha um fio conectado! A outra ponta desaparecia dentro do labirinto de cabos dentro do computador, mas é um fato básico de eletricidade que um interruptor não pode fazer nada se não tiver dois fios conectados. O interruptor tinha um fio de um lado e nada do outro.

Claramente era uma brincadeira boba de alguém. Convencidos pela nossa lógica que o interruptor não funciona, o acionamos. O computador travou na hora.

Imagine nossa surpresa. Achamos que era coincidência mas colocamos o interruptor de novo na posição ‘mais mágica’ e rebootamos o computador.

Um ano depois, contei a história para outro hacker, David Moon. Ele duvidou da minha sanidade, ou achou que eu tinha alguma crença sobrenatural no poder daquele interruptor, ou achou que eu o estava induzindo a uma saga inútil. Para provar mostrei a ele o interruptor, ainda colado no gabinete, com um só fio saindo dele.

Examinamos o interruptor e seu fio solitário, e descobrimos que a outra ponta estava conectada a um pino terra. Isso tornava o interruptor mais inútil ainda. Não só ela eletricamente não-funcional, como estava conectado a um ponto que não poderia afetar nada. Então nós o acionamos.

O computador travou na hora.

Chamamos Richard Greenblatt, hacker de longa data do MIT. Ele também não sabia do interruptor. Inspecionou, concluiu que era inútil, pegou um alicate e o removeu. Rebootamos o computador e ele funciona direito desde então.

Ainda não sabemos como o interruptor afetava a máquina. Há a teoria de que algum circuito próximo ao pino terra estava funcionando com capacidade marginal, e quando acionávamos o interruptor a capacitância era alterada apenas momentaneamente, mas o suficiente para causar o crash.

Eu ainda tenho o interruptor, guardado em meu porão. Talvez seja bobo mas eu o deixo na posição ‘mais mágica’.”

Guy L. Steele Jr.

~ ∴ ~

Essa é uma das incontáveis histórias dos primórdios da informática. Ela foi preservada para a posteridade graças a Raphael Finkel, cientista da computação de Universidade de Stanford, que em 1975 resolveu compilar um dicionário de termos de informática, que ficou conhecido como The Jargon File.

Nerds sendo nerds, o texto assumiu um tom bem-humorado, levemente sarcástico, cheio de causos. Com o passar dos anos um monte de gente ajudou a manter e ampliar o texto, Richard Stallman, reza a lenda, foi um dos grandes colaboradores. A versão mais atual é mantida por Eric Raymond. O texto já passou por dezenas de versões, sendo vendido comercialmente como “The Hacker Dictionary”, o que é meio propaganda enganosa.

O Jargon File não vai te ensinar a ser um hacker, só vai te ensinar como essas mentes funcionam. Vai contar que em em 1º de abril de 1984 uns palhaços divulgaram que a União Soviética havia entrado na Usenet, uma das redes precursoras da Internet, e o principal nó na rede seria o KREMVAX, um computador VAX no Kremlin. 6 anos depois eles realmente entraram na Usenet, o administrador do sistema conseguiu inclusive mudar o nome do servidor para KREMVAX, tornando a piada realidade.

No Jargon File você descobre o significado de termos como Macintoy, machoflops, mandelbug, biff, BOFH e a Fumaça Mágica, que faz os chips funcionarem. Quando ela vai embora, eles morrem.

A versão mais recente, de 2012 pode ser achada neste link aqui. Todas as versões encontradas, neste link aqui. É algo que pode e deve ser convertido em e-book e ficar quietinho no seu Kindle, sendo consultado de vez em quando como uma janela, quase um olho mágico para o passado.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários